quinta-feira, 12 de março de 2020

10 Dicas para se Conectar com o seu Feminino

Dentro de cada um de nós e também de Tudo que É habita uma essência feminina e uma masculina, os dois polos que buscam se integrar em uma harmoniosa dança. A energia feminina corresponde ao nosso lado yin, lunar e receptivo, é sobre o nosso sentir, fluir, se entregar. Já a energia masculina corresponde ao nosso lado yang, solar e expansivo, é o sobre o nosso pensar, focar, agir.
Vivemos em uma sociedade com excesso de energia masculina, excesso esse que cria desequilíbrio dentro e fora de nós e é visível aos nossos olhos. Se pararmos para olhar ao nosso redor percebemos o quanto as pessoas tem estado mental – excesso de preocupações, ansiedade, insônia, sobrecarga de pensamentos. Quando estamos em excesso de mental significa também que estamos ressaltando o nosso lado racional em detrimento do nosso lado emocional, por isso tanta guerra e desmatamento, é o que acontece quando vivemos de uma forma muito racional e esquecemos também na nossa capacidade de sentir, de ser sensível.
Estamos em um momento que a Terra, esse planeta com energia feminina, clama por nós, pede socorro. Além da razão é preciso também voltar para o sentir, pois assim encontra-se o equilíbrio em movimento. De que adianta desenvolvermos racionalmente, cientificamente, economicamente se estamos matando a natureza, nos esquecemos de olhar uns nos olhos dos outros? Quando as energias masculina e feminina estão em desequilíbrio gera destrutividade.
Ser feminino é também saber voltar-se para dentro, se interiorizar e assim dessa forma abrir-se para o receber, intuir. O útero é uma imagem simbólica muito interessante para representar o feminino, assim como um receptáculo ele recebe uma nova vida, uma luz que que vem do mundo espiritual é recebida para depois ser parida, entregue ao mundo terreno. Por isso a importância de resgatarmos o nosso feminino, voltarmos para o nosso sentir, seja você mulher ou homem. A energia feminina, assim como a masculina, habita dentro de cada um de nós e anseia por também poder se expressar, desabrochar.
Existem muitas formas de se conectar com o seu feminino e aqui eu separei dez dicas bem especiais para a expressão dessa energia dentro e fora de si:
1) Saiba descansar! Relaxar o seu corpo, saber a hora de parar e silenciar é muito importante para desenvolvermos nossa capacidade de apenas ser e aprender a receber.

2) Tire alguns instantes do dia para contemplar a beleza da Lua no céu, vai observando as suas fases e como elas interferem em suas emoções. Uma forma simples e rápida de equilibrar a sua energia feminina é simplesmente olhar para a Lua e abrir-se para receber a energia prateada que vem em sua direção.

 3) Conheça o seu corpo e seu ciclo menstrual. É muito especial acompanhar cada fase do seu ciclo, perceber como varia seu estado emocional em cada uma delas e usar esse conhecimento  sobre si para trazer mais harmonia e leveza em seu dia a dia. 


4) Plante a sua Lua! Plantar a Lua é uma prática ancestral de oferecer o seu sangue menstrual à terra, ao invés de jogá-lo fora gerando mais lixo e danos a natureza. Esse simples ritual traz uma conexão profunda com nosso útero e nosso feminino.

5) Acolha suas emoções. Quando você sentir raiva, tristeza, alegria, paixão, ciúmes ou qualquer que seja a emoção, apenas permita-se sentir sem julgar ou reprimir esse sentimento. Apenas escute eu corpo e o que essa sensação está querendo te dizer. Deixe fluir!

6) Esteja em contato com a natureza, cuide de plantas, coloque os pés na terra, abrace uma árvore. Uma dica bem legal é plantar uma Artemísia na sua casa, a Artemísia tem o poder de nos conectar com a força do feminino e além disso ela também gosta muito de receber o sangue menstrual.


7) Medite e silencie. Como vivemos em uma sociedade com tendência de sobrecarregar o mental, é muito importante também priorizarmos em nossa rotina momentos de silêncio e interiorização. Uma dica simples é em alguns momentos do seu dia fechar os olhos por alguns instantes e fazer cinco respirações profundas, voltando-se para o sentir do momento presente.

8) Desperte a sua intuição. Uma boa dica para aflorar o seu potencial intuitivo é ter momentos para ficar sozinha, praticar meditação e sutilizar a sua alimentação, dessa forma fica mais propício conseguir se escutar. 

9) Dance, desenhe, crie! Permita-se desenvolver e cultivar habilidades que florescem a expressão dos seus sentimentos, experimente sair do julgamento do certo e errado, feio e bonito e apenas aproveite esses canais de criação como um momento de conexão consigo mesma e suas águas internas.


10) Honre as mulheres da sua família. Reconheça a força e a beleza de cada uma delas e agradeça a cada dia toda a sua linhagem feminina por ter permitido que você chegasse até aqui. Você pode escolher algum lugar da sua casa para colocar algumas fotos dessas mulheres, criando uma âncora de conexão com sua força feminina ancestral.

* Manoela Musa graduada em Psicologia, foi pioneira nos atendimentos com Theahealing em Uberlândia e atuou anos como Doula. Hoje trabalha como Terapeuta Energética (Thetahealing, Constelação Familiar Xamânica, Quantum Being, Florais e Ginecologia Natural) e facilita grupos de autoconhecimento e empoderamento para mulheres. É fundadora e visionária do projeto Florescer de Si – Despertar da Potência Criativa Feminina e este mês da mulher esta dando palestras gratuitas em empresas. Que tal receber uma?


Compartilhar

Postagens Relacionadas

10 Dicas para se Conectar com o seu Feminino
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial