quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Sororidade: o que é?


Especialistas explicam a importância dessa palavra e o sentido mais forte para as mulheres
A palavra mais procurada no google pelos últimos dias foi sororidade, muitas pessoas ainda não ouviram falar ou já ouviram mas não fazem ideia do seu significado que ganhou ainda notoriedade, após ser citada em um reality show. Sororidade vem do latim, soro significa irmãs/irmandade, ou seja, uma aliança entre mulheres que se unem em busca de um determinado propósito.
Para a psicóloga Bete Monteiro, do Instituto Ser+ a sororidade funciona e se caracteriza com a união e do entrelaçamento, por exemplo, um cordão de 3 cordas é mais resistente e é assim que a mulher forma um coro para ter uma certa visibilidade, e pra mulher essa coisa de se unir e criar uma rede, onde ela será melhor sustentada, onde teá visibilidade porque ela está em um grupo, onde não é uma voz isolada, às vezes pode parecer novo e diferente pois existe um atravessamento na nossa sociedade uma crença de que a mulher é competitiva, que a outra irá roubar o marido, que a outra é mais bonita, que a outra é melhor, e é justamente isso que enfraquece a sororidade, que faz a mulher de uma certa forma se descaracterizar, se isolando, virando rivais e perdendo as forças.
“Nós vivemos em uma sociedade patriarcal que criaram as mulheres para competirem entre si, então precisamos sim nos unir ajudarmos umas as outras, de parar de apontar o dedo uma pra outra e começar a valorizar uma a outra, ver o brilho e beleza da outra. Nós não deixamos de ser maravilhosa porque achamos o mesmo de outra mulher, ver o brilho do outro sem achar que isso esteja apagando o nosso. A nossa sociedade precisa aprender a respeitar o próximo” declara a humorista e atriz, Vivi Cataldi.
Já a reprogramadora mental, Ivana Cabral diz o quanto é importante que essa discussão seja trazida à tona. “Ela não é só importante. É essencial. Juntas somos mais fortes. Temos que dar voz as mulheres e sozinhas esse caminho é mais difícil, infelizmente. Combater e apoiar mulheres que combatem esses padrões enraizados na sociedade”.
A gestora em desenvolvimento humano, Ester Gomes, fala sobre como praticar a sororidade no ambiente de trabalho, “Compartilhe conhecimento com as colegas de trabalho mais jovens e com menos experiência. Elogie e dê muita força para colegas mulheres sempre que houver um bom desempenho. Não critique o estilo de se vestir ou hábitos sociais de uma colega, Sempre reforce exemplos de profissionais, escritoras, artistas e celebridades femininas que possam servir de inspiração para outras mulheres na sua equipe. Não aceite comentários que desrespeitem suas colegas de trabalho ou crenças antigas como “determinada profissão é somente para homens”,”mulheres juntas é sinônimo de fofoca”, entre outras do gênero. Comece empoderando as mulheres que estão ao seu redor: indique livros, compartilhe sites, faça debates sobre a importância de apoiar outras mulheres sempre que houver oportunidade”.


Compartilhar

Postagens Relacionadas

Sororidade: o que é?
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial