sábado, 15 de fevereiro de 2020

Entenda se a seguradora é obrigada ou não a indenizar o segurado em caso de danos provenientes de chuvas

Muitos carros e casas na região Sudeste têm sofrido estragos com as chuvas que atingem a área. Advogada explica se a seguradora tem a obrigação de indenizar ou não. 
A região Sudeste tem sido castigada pelas chuvas neste mês. Além das mortes causadas por enchentes e deslizamentos, muitas pessoas tiveram seus bens prejudicados ou mesmo perdidos após o mau tempo.
Conseguir recuperar as perdas não depende apenas da existência de um seguro que resguarde o bem avariado. “O ressarcimento da seguradora em relação ao patrimônio do consumidor depende mais especificamente da cobertura ajustada na apólice em questão”, explica a advogada Priscilla Sanches Halablian, especialista da Innocenti Advogados Associados no setor de seguros e serviços de localização.
Isso porque algumas apólices de seguro têm cobertura mais ampla, abrangendo eventuais danos causados em virtude de enchentes. Outras apólices, no entanto, de cobertura mais básicas, normalmente incluem apenas danos relativos a incêndio e roubo. “Os casos devem ser avaliados individualmente”, orienta a advogada. “Além disso, a responsabilidade da seguradora em relação ao pagamento da indenização também varia conforme os fatos: se o segurado optou por correr o risco e avançou em direção ao alagamento, a indenização ficará prejudicada, o que é completamente diferente da situação em que segurado foi obrigado a abandonar o carro para salvar sua vida ou teve o estacionamento do prédio invadido pela água”, afirma.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Entenda se a seguradora é obrigada ou não a indenizar o segurado em caso de danos provenientes de chuvas
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial