segunda-feira, 18 de novembro de 2019

II Seminário de Direitos Culturais será realizado nesta semana em Uberlândia-MG


Profissionais de todo o país se encontrarão no evento que tem como temática: “Patrimônio, Cidadania e Culturalidades”.
Profissionais e estudantes das áreas do direito, cultura e empreendedorismo terão a oportunidade de debater sobre cultura e direito, nesta semana, em Uberlândia-MG. A cidade sediará o II Seminário de Direitos Culturais promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil, 13ª Subseção – OAB Uberlândia em parceria com a Universidade Federal de Uberlândia – UFU, com o incentivo do PMIC – Programa Municipal de Incentivo à Cultura de Uberlândia, entre os dias 18 e 22 de novembro.
Várias palestras, mesas redondas, conferências, relatos de experiências, entre outras atividades fazem parte da programação, que reunirá profissionais de vários estados do país, renomados e considerados referências nas áreas dos direitos culturais.
Com a temática “Patrimônio, Cidadania e Culturalidades”, a segunda edição do Seminário, que conta este ano com o patrocínio das empresas Martins e Eficaz por meio da renúncia fiscal, tem como objetivo fomentar a discussão, o compartilhamento de ideias e a promoção da difusão dos direitos culturais, além de incentivar o estudo, a pesquisa e a análise crítica acerca dos direitos culturais.
Segundo a presidente da Comissão de Cultura da OAB e proponente do Projeto no PMIC, Katia Bizinotto, “a aprovação do projeto no PMIC para a busca de patrocinadores foi fundamental para viabilizar a segunda edição desse evento tão importante e necessário para dar continuidade às discussões, debates, pesquisas que dizem respeito à área de interseção entre a cultura e o direito, iniciado em 2017 com a primeira edição”.

Inscrições
As inscrições estão abertas e podem ser feitas no site:  https://www.even3.com.br/iiseminariodireitosculturaisuberlandia/, gratuitamente.

Produção e coordenação
Sob a coordenação geral de Katia Bizinotto (OAB) e Alexandre Molina (UFU), a curadoria do evento conta também com outros dois profissionais da cidade na curadoria do evento, o produtor cultural Rubem dos Reis e o arquiteto Ariel Lazzarin, que também é um dos Conselheiros do COMPHAC – Conselho Municipal de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Uberlândia.
Essa é a segunda edição do Seminário. A primeira edição foi realizada em 2017, com a temática “O que são direitos culturais?” que foi um sucesso e nos motivou enriquecer ainda mais a agenda de atividades do evento. Para este ano, nós preparamos uma programação riquíssima, com subtemas muito importantes para serem discutidos e trazendo convidados e temas riquíssimos tanto para a área da cultura como do direito. A nossa expectativa é a melhor possível”, comenta a coordenadora, Katia Bizinotto.

Programação
O evento será realizado em vários locais. A maior parte da programação acontecerá nos auditórios do Campus Santa Mônica da Universidade Federal de Uberlândia – UFU e também no auditório da OAB. Haverá também visitas técnicas a outros espaços como o Centro de Tecelagem e a Igreja do Divino Espírito Santo do Cerrado, projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi, que serão monitoradas por arquitetos da cidade.
Entre os destaques da programação, está a Conferência Magna, na abertura do evento, no auditório 5R – A e B da UFU, com o tema: “Colaboração da comunidade na promoção e proteção do patrimônio cultural brasileiro”, conduzida pelo professor dos programas de mestrado, doutorado e graduação em Direito da Universidade Federal de Fortaleza – Unifor, Humberto Cunha Filho, que aproveitará a oportunidade para lançar o livro de sua autoria: "Teoria dos direitos culturais: fundamentos e finalidades”.
Humberto Cunha Filho disse que a expectativa dele em relação ao evento é a melhor possível. “O Seminário é um espaço privilegiado para discutirmos os direitos culturais, com capacidade de congregar nomes influentes sobre a temática. Fui convidado para falar a respeito da colaboração da comunidade na proteção do patrimônio cultural brasileiro e, com base nas teorias desenvolvidas no meu livro, por meio das quais identificamos princípios, metodologias e reflexos, discutiremos sobre tema. Segundo a constituição, a comunidade é colaboradora, indispensável nas tarefas de promover a preservação do patrimônio cultural”, comenta.
A apresentação dos trabalhos dos Comitês Temáticos (CTs), no dia 19, nos auditórios 5O C, D, E e F da UFU, também terá um peso significativo no Seminário. Será um espaço de troca, aberto à apresentação de trabalhos científicos e artísticos. “Os Comitês se constituem como uma oportunidade para os participantes compartilharem ensaios (estudos conceituais), pesquisas em andamento ou concluídas, relatos de experiência e também trabalhos artísticos”, reforça o Diretor de Cultura da UFU e também coordenador do Seminário, Alexandre Molina.
O evento também terá a participação do escritor e ambientalista, Ailton Krenak, conhecido como uma das maiores lideranças do movimento indígena brasileiro, e reconhecido internacionalmente. Ele participará da Mesa Redonda: Patrimônio Cultural e Cidadania, no dia 19, e lançará o livro: “Ideias para adiar o fim do mundo".
“Ainda dentro da programação, nós preparamos também uma cerimônia para a entrega da comenda Luís Gama, no dia 20, na sede da OAB, ao Dr. Adão Alcides Bernardes, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à advocacia e à sociedade em prol da promoção da igualdade. Além disso, teremos também show do Quinteto do Samba, que dará um colorido especial ao nosso evento”, comenta o produtor e um dos curadores do evento, Rubem dos Reis.
A programação completa do II Seminário de Direitos Culturais pode ser conferida no site: https://www.even3.com.br/iiseminariodireitosculturaisuberlandia/.

Serviço:
O quê: II Seminário de Direitos Culturais
Onde: Uberlândia-MG
Quando: 18 a 22 de novembro de 2019.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

II Seminário de Direitos Culturais será realizado nesta semana em Uberlândia-MG
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial