terça-feira, 17 de setembro de 2019

Setembro é o mês de conscientização da Alopecia Areata


Fatores psicológicos podem causar a queda de cabelo

Alopecia Areata acomete 1% a 2% da população e atinge, principalmente, pessoas com menos de 20 anos. A doença é caracterizada pela queda excessiva de cabelo em áreas arredondadas do couro cabeludo e pode evoluir para queda total de cabelo e de pelos do corpo.
A dermatologista e especialista em Tricologia (cabelos) e Transplante Capilar Dra. Thalita Carlesso explica que a alopecia é um distúrbio que pode ser causado por fatores genéticos, mas essencialmente psicológicos. “O principal desencadeador dessa doença é o estresse. Levar uma vida extremamente acelerada e com muitas preocupações é uma condição expressiva para o aparecimento da alopecia”, esclarece a especialista.
Esse distúrbio é identificado a partir da biópsia da pele afetada e, quando diagnosticado, alguns medicamentos podem ser utilizados para estimular o crescimento do cabelo novamente. Entretanto, a doença é considerada benigna e tende a regredir espontaneamente.
Como não há uma forma de prevenção, a dermatologista ressalta: “O diagnóstico precoce é muito importante para reverter o quadro. É recomendado buscar auxílio dermatológico assim que perceber as quedas de cabelo. Além disso, a ajuda psicológica também auxilia para a melhora na qualidade de vida e, consequentemente, para a regressão da doença”, finaliza Thalita.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Setembro é o mês de conscientização da Alopecia Areata
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial