sábado, 28 de setembro de 2019

Sedentarismo, cigarro e bebida alcoólica aumentam risco de câncer de mama


Estudo comprova que mulheres brasileiras precisam mudar seus hábitos para que o cenário da doença mude

O número de casos de câncer de mama aumenta a cada ano – em 2019 são esperados 59,7 mil casos – e alguns fatores de riscos colaboram para o seu desenvolvimento, sendo que muitos deles podem ser alterados com mudanças do dia a dia. E é justamente o estilo de vida das mulheres brasileiras que pode aumentar o risco da doença, considerando inclusive se a mulher está na pré ou na pós-menopausa. Este foi o tema da pesquisa realizada por pesquisadores da Universidade Federal de Goiás em parceria com a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM).
Segundo o coordenador da pesquisa e presidente do Conselho Deliberativo da SBM, Dr Ruffo de Freitas Junior, no estudo realizado com 542 mulheres, sendo 197 com câncer de mama e 344 saudáveis, foram investigadas as principais diferenças que poderiam ser associadas à doença. “A principal conclusão é que as mulheres com diagnóstico de câncer de mama, independente se estavam menstruando ou na pós-menopausa eram, em sua maioria, sedentárias, ou seja, não praticavam atividade física regular no momento de lazer. Também consumiam mais cigarros e bebidas alcoólicas do que as mulheres sem o diagnóstico”, explicou o médico.
O estudo mostrou ainda que na pré-menopausa a adiposidade abdominal elevada, ou seja, uma circunferência da cintura maior que 88 centímetros, triplicou o risco para o câncer de mama. “como sabemos que apenas 10% do câncer de mama são de causas hereditárias, então identificar os fatores que podem ser alterados é uma importante forma de prevenção primária da doença”, afirma DR Ruffo.
Para o médico, o resultado deixa clara a necessidade de focar os esforços para alterar esses comportamentos. “Precisamos ajudar as mulheres brasileiras a melhorarem sua qualidade de vida incluindo no seu dia a dia hábitos saudáveis”, conclui.

Dicas de hábitos ideais para uma rotina saudável:
 - Alimente-se bem e não fique muito tempo sem comer, ou seja, prefira comer de três em três horas, em pequenas quantidades, sempre priorizando os alimentos naturais e evitando os alimentos industrializados.

- Evite o excesso de gorduras e carboidratos simples, como açúcar adicionado aos alimentos, doces, sucos de caixinha ou saquinho, refrigerantes, pão branco, macarrão, sempre preferindo as opções integrais.

- Procure ingerir proteínas de boa qualidade, principalmente frutas, legumes e verduras por serem fontes de vitaminas e minerais essenciais e ricas em fibras que ajudam na saciedade e no funcionamento adequado do intestino.

- Faça exercícios físicos durante a semana. O ideal são 150 minutos de exercícios físicos moderados divididos entre os cinco dias ou 75 minutos de exercícios vigorosos divididos entre os cinco dias.

- Planeje o seu dia alimentar e tente segui-lo.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Sedentarismo, cigarro e bebida alcoólica aumentam risco de câncer de mama
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial