terça-feira, 17 de setembro de 2019

Futel tem vagas de natação para pessoas com deficiência física


Participantes das aulas relatam importância da atividade em suas vidas

A Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) está com 25 vagas disponíveis para aulas gratuitas de natação para pessoas com deficiência física no UT. Para se inscrever é necessário ter entre 10 e 25 anos e se dirigir ao local, onde o candidato passará por uma avaliação física feita por professores. Caso aprovado nessa avaliação, ele deverá apresentar atestado médico e cópias dos documentos pessoais para se matricular. As aulas são duas vezes por semana, nas terças e quintas-feiras, das 9h às 12h e das 13h30 às 17h.
Atualmente a Futel conta com mais de 40 alunos de natação portadores de deficiências físicas ou intelectuais. Para esse segundo grupo, no entanto, todas as vagas já estão preenchidas. “A prática esportiva é essencial para qualquer pessoa. No caso dos deficientes, os benefícios são bem perceptíveis”, explicou a educadora física Cymara Martins Costa.

Recuperação contínua
Esses benefícios perceptíveis podem ser exemplificados pela história de Maria Clara Ferraz Ferreira, de 11 anos. Portadora de paralisia cerebral, ela iniciou as aulas de natação no começo do ano, quando estava em uma cadeira de rodas. Hoje ela consegue andar normalmente. “Devido à paralisia cerebral, o seu corpo foi atrofiando até que o uso da cadeira de rodas se fez necessário. Então, no ano passado, ela fez nove cirurgias e, no início de 2019, por recomendação médica, começou as aulas de natação”, explicou Aline Ferraz Ferreira, mãe de Maria Clara.
“Fiquei surpresa com a velocidade com que ela apresentou importantes avanços após o início da natação. Além de recuperar o movimento das pernas, os seus músculos passaram a ficar mais relaxados e até mesmo o seu desempenho escolar melhorou”, detalhou.
Ainda conforme a mãe, a Futel teve um papel fundamental na vida de sua filha. “Quando houve a recomendação médica para que ela participasse das aulas de natação, procurei por escolas, mas muitas delas não aceitaram a minha filha por conta da deficiência. Já a Futel nos acolheu, com aulas gratuitas e acompanhadas por profissionais muito bem preparados para lidar com pessoas com deficiência. Nós só temos a agradecer”, diz.

Outros exemplos
Há quatro anos, o tetraplégico Enis Queiroz, de 45 anos, frequenta as aulas de natação. “Nesse período, passei a ter mais resistência física e tive uma melhoria significativa na minha respiração, o que faz muita diferença, já que nós, tetraplégicos, geralmente temos dificuldade em respirar”, contou. Segundo ele, sua expectativa é continuar treinando para disputar competições a partir de 2020. “A natação mudou a minha vida. Por isso, convido a todos os deficientes físicos para que também façam uma atividade física, pois a qualidade de vida passa a ser muito melhor por conta dos exercícios”, destacou. Pedro Henrique Pereira Silva, de 26 anos, não nasceu com deficiência física, mas aos 20 anos sofreu um acidente automobilístico que provocou uma lesão medular que o deixou na cadeira de rodas. Em 2019, sua trajetória deu uma nova reviravolta graças à natação. “Mesmo tendo começado há pouco tempo, muita coisa mudou. Hoje tenho uma respiração melhor, mais amplitude em meus movimentos e uma vida muito mais ativa. Sei que quem tem uma deficiência física pode querer ficar o dia todo em casa, mas isso não é bom. O ideal é fazer atividades físicas, sair e se divertir. E a Futel tem me proporcionado tudo isso”, completou.

Fique ligado!

Inscrições para aulas de natação para deficientes físicos
Local: UTC
Quanto: Gratuito
Prazo: Até o preenchimento das 25 vagas disponíveis
Necessário participar de avaliação física feita por professores da Futel

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Futel tem vagas de natação para pessoas com deficiência física
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial