sexta-feira, 19 de julho de 2019

Política de transparência: Hospital do Câncer presta contas para a comunidade


Sempre pautado pela transparência, o Grupo Luta Pela Vida, a ONG do Hospital do Câncer em Uberlândia, realiza no dia 23 de julho, às 8h30, o Encontro de Prestação de Contas 2018. O evento acontecerá nas dependências do Centro Cirúrgico no Hospital do Câncer e reunirá empresários, políticos, representantes de instituições e voluntários que apoiam o Grupo e o Hospital. 
O objetivo da ação é demonstrar aos parceiros da ONG como foram investidas e direcionadas as doações da população e de empresas no último ano, mostrar como está o andamento dos projetos do Hospital, além de mostrar às pessoas que desejam contribuir com a causa como elas têm um papel importante para ajudar a manter e ampliar o atendimento crescente realizado de forma gratuita e de qualidade no Hospital do Câncer em Uberlândia.  
Além de apresentar o que foi feito com os recursos doados, o Relatório expõe números de atendimentos, procedimentos e serviços oferecidos. Foram cerca de 8.500 pacientes de mais de 80 cidades da região atendidos, 80.781 sessões de radioterapia, 26.425 de quimioterapia, 77.818 consultas e 5.089 tomografias. E os números tendem a crescer. São mais de 4 mil novos casos de câncer. Um aumento de 14% em relação a 2017. Por isso é tão importante arrecadar recursos para manter, construir e ampliar as frentes de atendimentos. 
O Relatório também traz todas as ações e projetos que o Grupo Luta Pela Vida tem desenvolvido ao longo dos anos e outras informações pertinentes à assistência social e atendimento humanizado, ações e eventos realizados no último ano a fim de arrecadar recursos para o Hospital do Câncer.          
O presidente do Grupo Luta Pela Vida, Renato Pereira, enfatiza que por meio da prestação de contas é possível mensurar o impacto que o investimento realizado pelas pessoas e empresas tem no trabalho que a ONG e o Hospital desenvolvem. “Sempre realizamos campanhas, estimulamos as doações, por isso é fundamental apresentar o resultado que essas ajudas geram, em que cada centavo contribuído está sendo aplicado. A partir desses resultados, mais empresas e pessoas podem se sensibilizar e se engajar em projetos que salvam vidas, porque veem a nossa transparência e o benefício  trazido para quem tanto precisa”, disse. 
Desafios não param 
Entre tantos desafios, as prioridades atuais são equipar e mobiliar o Centro Cirúrgico e o Centro de Transplante de Medula Óssea do Hospital, cujas obras foram concluídas no final de 2018. Com o Centro Cirúrgico em funcionamento será possível agilizar as cirurgias oncológicas demandadas, atendendo a necessidade do paciente no menor tempo possível e aumentando o índice de cura dos pacientes. A previsão é que 3 mil cirurgias sejam realizadas por ano. O Centro de Transplante de Medula Óssea do Hospital também terá um grande impacto na vida dos que precisam, pois será uma referência no atendimento público na região, já que o país ainda carece de centros transplantadores. O principal benefício com a implantação desse serviço é que os pacientes não precisarão ser transferidos para outros centros do país para fazer o procedimento. O Centro de Transplante de Medula Óssea do Hospital terá capacidade para realizar 100 transplantes por ano. 
Para atingir tantos objetivos importantes que beneficiarão tantas pessoas, cada contribuição, seja pequena ou grande, representa um valor imensurável para os que buscam vencer o câncer. Por isto, a ONG tem muito a fazer. O Centro Cirúrgico próprio e o Centro de Transplante de Medula Óssea do Hospital são apenas dois exemplos dos esforços que o Grupo Luta Pela Vida tem feito para entregá-los o mais rápido à população. Também estão entre as prioridades a finalização da Quimioterapia e a ampliação da Radioterapia. 

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Política de transparência: Hospital do Câncer presta contas para a comunidade
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial