quarta-feira, 3 de julho de 2019

Educação Digital gera economia de 91% nos custos de treinamento da Callink


Com o objetivo de se adequar ao estilo de seus colaboradores e oferecer treinamentos mais próximos da realidade e do cotidiano deles, há dois anos a Callink criou um Núcleo de Educação Digital, que faz parte da gerência de Qualidade e Treinamentos. Neste período os números e o retorno das equipes demonstram que mais do que modernizar e aproximar, o núcleo conseguiu resultados expressivos e que estão mudando o comportamento e a eficiência dos processos.
Por meio do formato e-learning, a Callink registrou uma economia de 91% no custo em treinamentos, considerando para este cálculo todo o processo, incluindo o custo hora do treinador e também do operador no momento fora de atendimento. Para ilustrar a redução de tempo, a equipe identificou que um treinamento presencial com até 2 horas de duração foi substituído por vídeo de 5 a 7 minutos. Até o fim de 2018, de toda demanda de treinamentos da empresa, 56% estava neste formato, sendo desenvolvido por uma equipe de seis pessoas, que integram este núcleo. Em termos de produtividade, enquanto este núcleo responde por mais da metade das demandas, o treinamento tradicional conta com 42 pessoas e atende 44% das demandas.
O coordenador de qualidade e treinamento, Ademir Pereira Filho, destaca este balanço positivo da Educação Digital. “Os números acima mostram a eficiência do trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Educação Digital e a tendência é de crescimento cada vez maior, chegando a assumir a totalidade das demandas. Ainda mantemos alguns treinamentos no formato tradicional por questão de culturas e algumas características específicas, mas já entendemos que é possível evoluir com a adoção de novas ferramentas que atenderão todas as demandas”, explica.
Um outro fator que chama a atenção é que o núcleo utiliza plataformas gratuitas disponibilizadas na internet, como o Moodle, e sua equipe foi treinada internamente, sendo formada por treinadores que já tinham domínio sobre o conteúdo e adquiriram os conhecimentos necessários para o desenvolvimento de vídeos e outras ferramentas online.
Além disso, a possibilidade de customização e adequação ao perfil do público é um diferencial cada vez mais importante. “Tínhamos uma necessidade de aproximar de nosso público, com uma comunicação mais envolvente nos treinamentos, usando tendências de comunicação com os jovens, que são a maioria dos colaboradores. Hoje temos treinamentos customizados com temas que eles curtem, como super-heróis, filmes em cartaz, músicas e muito dinamismo e agilidade na informação. Percebemos de forma claro resultados mais efetivos na aprendizagem, por meio da interatividade maior no processo de aprendizagem e absorção do conteúdo”, explica Ademir Pereira Filho.
Outra vantagem do e-learning é a rapidez de atualização. Um treinamento pode sofrer ajustes, ou ser desenvolvido, de forma muito mais rápida. Mudanças cotidianas da operação, sistemas e processos, são informados diretamente na tela do atendente, quando ele vai começar a utilizar o sistema. Os reforços também são mais fáceis, pois quando se percebe que em determinada operação ou equipe é necessário retomar algum conhecimento, basta rodar novamente o treinamento ou uma parte específica. “Se fosse identificado uma necessidade de mudança ou reforço de algo em uma operação com 500 pessoas, gastaríamos quase 20 dias para aplicar o conteúdo a todos. Hoje fazemos em um dia e resolvemos a questão, evitando até mesmo possíveis prejuízos ou dificuldades para os clientes que atendemos”, conclui o coordenador, ao lembrar que hoje a equipe possui um nível de entrega de excelência, sendo inclusive solicitados a produzir materiais para que os clientes rodem em suas operações que estão em outras empresas prestadoras de serviços.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Educação Digital gera economia de 91% nos custos de treinamento da Callink
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial