terça-feira, 25 de junho de 2019

Check – up periódico: uma decisão que pode salvar vidas


O autocuidado tem sido cada vez mais debatido. É necessário ter atenção para os fatores críticos que podem ocasionar problemas variados e que se intensificam com a faixa etária do paciente.

O check-up é uma avaliação médica de rotina associada a exames específicos de acordo com idade, sexo e histórico pessoal e familiar. O diagnóstico precoce é fundamental para o êxito no tratamento. Ou seja, tudo que é descoberto no início é mais fácil de ser tratado. Os exames para identificação prematura de doenças estão cada vez mais modernos, ágeis e acessíveis. Outro ponto importante é que todo paciente precisa ficar atento ao seu histórico familiar e aos diferentes sinais emitidos pelo seu corpo. 

Como anda sua saúde?
Segundo dados de 2018 do Ministério da Saúde, um em cada três brasileiros não têm o hábito de ir ao médico regularmente, o que é preocupante.
A situação fica ainda mais séria se o paciente for do sexo masculino. Estudos demonstram que os homens são mais resistentes do que as mulheres quando o assunto é cuidar de seu bem-estar e saúde, e para mudar este cenário o Ministério da Saúde lança programas para incentivar hábitos saudáveis e exames preventivos.
Entretanto, a cultura de prevenção e promoção de saúde ainda não é tão difundida e as pessoas recorrem aos hospitais quando a situação já é grave.
Estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que as doenças cardiovasculares ainda lideram o número de mortes no mundo, o que poderia ser evitado com importantes exames de prevenção, como eletrocardiograma e o mapa da pressão arterial.

Autocuidado e tecnologia
A tecnologia aliada à medicina pode contribuir muito nesta luta por uma cultura de prevenção em saúde, e a Telemedicina é uma parceira importante para avaliação da saúde da população. Com o uso inteligente e eficaz dos recursos tecnológicos a telemedicina possibilita diagnosticar, prevenir e promover a saúde das pessoas, além de proporcionar uma visão estratégica da saúde populacional de qualquer região. Ela chega em locais de difícil acesso aonde há carência de médicos especialistas para o atendimento da população. Com a Telemedicina é possível ganhar tempo. Um tempo fundamental e muito valioso que pode ser definitivo para salvar vidas.

(*) Elaine Alcântara é diretora geral da ITMS do Brasil e possui mais de 20 anos de experiência na área de gestão da saúde por meio da Telemedicina.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Check – up periódico: uma decisão que pode salvar vidas
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial