terça-feira, 14 de maio de 2019

Projeto de cervejarias de Uberlândia recebe premiação internacional


Núcleo de Cervejarias do Programa Empreender da Aciub participou do concurso histórias de sucesso do Programa AL-Invest 5.0 
Paulo Romes, presidente da Aciub, com cervejeiros premiados.
A Associação Comercial e Industrial de Uberlândia, Aciub, foi a única entidade brasileira com um case premiado no concurso de histórias de sucesso do Programa AL-Invest 5.0 "Transformando Vidas". O projeto "Núcleo de Cervejarias - Inovação, regulação e melhoria dos processos de fabricação de cervejas artesanais", desenvolvido no Programa Empreender da Aciub foi apresentado no concurso pela CACB - Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil e venceu na categoria Internacionalização, melhoria da produtividade e Inovação nas MPE’s. Este case agora será apresentado no Congresso Mundial de Câmaras, a ser realizado em Rio de Janeiro entre 12 e 14 de junho.
O AL-Invest é um dos programas de cooperação econômica mais bem-sucedidos da União Europeia na América Latina, cujo objetivo é apoiar o desenvolvimento empresarial na região, reduzindo a pobreza por meio do aprimoramento da produtividade das micro, pequenas e médias empresas (MPEs), promovendo o seu desenvolvimento sustentável. A CACB representa o consórcio que administra os recursos e ações do programa no Brasil. A Aciub desenvolveu, apenas em 2018, 56 projetos com o Al-Invest 5.0, o que representa 41% do total em todo país. Das 2009 empresas atendidas, 815 foram por meio das ações da Aciub.
O objetivo deste concurso que o projeto da Aciub foi premiado, é de divulgar as histórias de sucesso, trocar experiências e dar visibilidade às instituições executoras. Os organizadores selecionaram cases que mostraram as melhores histórias e impacto que o Programa AL-Invest 5.0 teve nas micro e pequenas empresas.  Na categoria premiada foram avaliados de que forma as empresas alcançaram novos mercados aumentando suas vendas graças ao apoio do programa, bem como melhoraram sua competitividade e/ou desenvolveram processos de inovação que permitiu-lhes melhorar a sua produção e gerar benefícios tangíveis para a sua clientes. Foi observado, ainda, se as atividades apresentaram uma forte orientação para a incorporação da inovação nos seus produtos e/ou processos das MPE’s, com aplicação de novas técnicas e tecnologia em MPE, ou uma combinação dos pontos anteriores. Além disso, atividades que permitiram a abertura de novos mercados às MPE’s.
O presidente da Aciub, Paulo Romes Junqueira, destacou a importância deste reconhecimento. “Esta premiação é resultado da dedicação efetiva dos empreendedores do Núcleos de Cervejarias, juntamente com a equipe do Empreender na Aciub, que se dedicam e acreditam neste projeto. Os resultados mostram o impacto destas ações não apenas para as participantes do Núcleo, mas também para a economia local, pois representam a geração de novas oportunidades e renda. Para nós é um orgulho ser parte deste resultado, seguindo a missão da Aciub que é promover o desenvolvimento da classe empresarial, liderando iniciativas e defendendo seus interesses, com responsabilidade social, em benefício da comunidade”, destacou o presidente.

O case
O Núcleo de Cervejarias da Aciub, com o apoio do Programa AL-Invest, foi criado no início de 2018 para atender à crescente demanda do segmento cervejeiro em Uberlândia, uma vez que a produção de cervejas artesanais tem aumentado e identificou-se a necessidade capacitação dos empreendedores, além de assistência técnica para que possam se adequar às regulamentações técnicas e às legislações, bem como melhorar seus processos de produção e vendas.
O Núcleo, que conta com a participação de 20 empresas, desenvolveu uma série de atividades, como capacitações, consultorias individuais e eventos focados para oferecer toda a assistência necessária para crescimento do setor cervejeiro em Uberlândia, com o apoio do programa AL-Invest por meio de seis projetos. Estas ações possibilitaram implementar melhorias e atualizações necessárias para as empresas participantes crescerem. Um dos destaques foi o curso de Tecnologia Cervejeira, oferecido para a especialização de Cervejarias, além de capacitações sobre controle de qualidade, documentação, liberações, alvarás, inovação dos processos, marketing, curso de Sommelier, dentre outras.
A principal inovação deste case de sucesso foi o acompanhamento de todo o processo junto aos empreendedores, não apenas para resolver as divergências, mas também orientar desde o início sobre todo o processo da produção da cerveja artesanal. Desta forma foi possível identificar a raiz dos problemas, e trabalhar as soluções.
Como resultado, dez das empresas participantes do Núcleo já foram acompanhadas e orientadas, conseguindo a regularização junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Cinco dessas empresas compartilham um mesmo local e infraestrutura, com toda regulamentação e qualidade necessária, para a produção da cerveja, melhorando seus resultados e ampliando mercados. O que antes era uma produção experimental, considerada caseira, de apenas cinquenta litros por mês, para cada empresa, cresceu mais de cinco vezes, alcançando a marca de duzentos e cinquenta litros por mês. A expectativa dessas empresas é manter o ritmo de crescimento e nos próximos meses alcançar a marca de um mil duzentos e cinquenta litros de cerveja artesanal sendo produzidos por mês, por cada um dos empreendimentos.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Projeto de cervejarias de Uberlândia recebe premiação internacional
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial