sábado, 25 de maio de 2019

5 dicas para quem pretende fazer um empréstimo


O carro quebra, alguém fica doente, seu filho é aprovado no vestibular e precisa mudar de cidade. Independentemente da situação, existem momentos em que não há como evitar gastos a mais do que cabem no orçamento e precisamos recorrer aos empréstimos.
Nessa hora é importante ter em mãos calculadora, papel, caneta e, claro, muita calma. De acordo com o Banco Central do Brasil, até abril deste ano o país possuía 1.800 agências entre brancos, sociedades, conglomerados e cooperativas, onde é possível realizar a solicitação de empréstimo. São muitas as opções de empréstimos e com elas, muitas taxas de juros diferentes. No texto a seguir você confere 5 dicas para escolher o melhor empréstimo quando precisar:

1. Analise se o empréstimo é a melhor saída
Pegar um empréstimo é realmente necessário? É possível juntar esse dinheiro de outra forma? Caso seja possível, é aconselhável que junte o dinheiro necessário e não pegue o empréstimo, evitando pagar juros desnecessariamente.

2. Pesquise opções antes de pegar um empréstimo
Fale com o gerente de seu banco para saber o que ele pode oferecer. Também pesquise no mercado, em bancos concorrentes, financeiras e agora, também, crédito pela internet. Leia tudo que for possível, informação nunca é demais.

3. Faça um mapeamento de seus gastos
Avalie suas despesas e mesmo se você não conseguir economizar o suficiente para resolver sua situação, precisará que sobre dinheiro no fim do mês para quitar o empréstimo. Veja se pode diminuir a quantidade de idas a restaurantes ou comprar produtos de marcas mais baratas no mercado, duas despesas que pesam bastante no orçamento do brasileiro hoje.

4. Coloque tudo na balança
Um dos grandes erros das pessoas ao pegar um empréstimo é não fazer as contas direito. Uma dica é juntar as contas que são semelhantes para saber o que vale mais a pena. Existem situações em que parcelar, ou até mesmo pagar atrasada, a fatura do cartão, pode gerar menos juros do que no montante final de um empréstimo.

5. Escolha uma instituição de confiança
Segundo o Portal de Finanças, Konkero, dos bancos privados, o que oferece menor taxa de juros do mercado para empréstimo pessoal atualmente cobra 1,44% ao mês. Em contrapartida, no que diz respeito às cooperativas de crédito, a taxa de juros sempre busca competir com as instituições comerciais. Além disso, a boa escolha na hora de fechar o contrato com a fornecedora do empréstimo pode evitar muitas dores de cabeça no futuro. 

Depois de avaliar todas as possibilidades e ver se, realmente é necessário conseguir um empréstimo, procure a instituição financeira que melhor lhe atende. Vale lembrar que, cooperativas de crédito possuem um diferencial em relação às outras instituições, buscando sempre tornar a cooperativa uma instituição amigável.“Buscamos ser a instituição que conhece seus cooperados pelo nome, oferece os serviços mais personalizados e mantém o nível máximo de excelência e satisfação de seus associados”, afirma o Presidente da Unicred Aliança, Dr. Luiz Mauro Nascimento.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

5 dicas para quem pretende fazer um empréstimo
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial