sexta-feira, 5 de abril de 2019

Dia D Quinta Alto Umuarama é neste sábado (06/04)


Condições especiais para aquisição dos lotes chamam atenção e especialista em planejamento financeiro dá dicas para quem quer comprar com segurança.

Amanhã, sábado (06/04), acontece em Uberlândia o aguardado Dia D com condições especiais de compra para os lotes do bairro planejado Quinta Alto Umuarama, localizado no ponto mais alto da cidade, no setor leste. Assinado pela JRN Empreendimentos Imobiliários, o lançamento do empreendimento já apresentou uma inovação na prática de mercado ao ofertar a gratuidade da escritura equivalente a cerca de 3% do valor dos lotes. “As condições de compra oferecidas no Dia D serão melhores ainda, entre as quais podemos destacar: parcelas reduzidas, em até 180 meses, sem sinal. Por isso, aconselhamos as pessoas que estão pensando em investir em imóveis a não fazer nenhum negócio antes de conferir as condições especiais que serão apresentadas em nosso Dia D. Estão todos convidados para o Dia D Quinta Alto Umuarama que acontecerá das 8h às 18h na Av. Vicente Sales, 2555”, ressalta Roberta Neves, diretora da JRN.

Especialista em planejamento financeiro orienta sobre compra
 Conversamos com a especialista, Karoline Cinti, diretora da Mentory Consultoria, sobre planejamento financeiro para aquisição de bens no mercado imobiliário. Veja as dicas da consultora para fazer bons negócios!

1) O que devemos levar em conta na hora de comprar um lote ou imóvel já construído?
K.C.: Quando as pessoas chegam com a questão da compra de um imóvel, trabalhamos o orçamento sob duas perspectivas. A primeira com a situação financeira atual, suas receitas, despesas e se há “folga” no fluxo de caixa. E a segunda, projetando essa pessoa no imóvel desejado. Podem ocorrer mudanças no estilo de vida, com variações na conta de água e luz, dependendo da alteração da metragem e região, nos custos com locomoção a partir da nova localização, e ainda nos gastos com mercado, restaurantes e remédios de acordo com o padrão do bairro. É preciso verificar se esse novo contexto se encaixa na renda.
O outro ponto que nos atentamos é pela forma como o imóvel será adquirido, se à vista ou através de financiamento. Verificamos o quanto a pessoa possui de patrimônio e reservas financeiras, pois, além do custo do imóvel, seja do valor total ou de entrada, precisamos considerar os gastos com possíveis reformas e mobília, além dos encargos e documentação. Vale lembrar que há redução nas taxas para aquisição do primeiro imóvel, ou mesmo isenção de imposto de renda sobre o ganho de capital na compra e venda de imóveis, dependendo do valor do bem e prazos das transações. No caso de financiamento ainda, precisamos analisar se há capacidade de pagamento das parcelas dentro do orçamento.

2) Quanto da renda mensal podemos comprometer com a compra, se parcelada?
K.C.: O mercado financeiro costuma recomendar que as pessoas não comprometam mais do que 30% da sua renda bruta com financiamentos e empréstimos. Porém, essa questão é muito particular. Existem famílias desorganizadas, que não conseguiriam assumir nem 10% da renda com uma parcela, e outras que tem capacidade de mais de 50%. O que vale aqui é uma reflexão dos valores e prioridades da pessoa, quais as coisas que são importantes para ela e que não devem ser prejudicadas por conta do novo compromisso com a aquisição do imóvel.

3) Quais dicas você dá pra quem não quer se endividar com a aquisição de um lote ou imóvel?
K.C.: O primeiro passo é se planejar bem para ter certeza de que a parcela do imóvel e todos os custos envolvidos cabem no bolso. E recomendamos sempre aos nossos clientes que não “raspem” toda a poupança para dar o valor de entrada ou comprar à vista, principalmente para aqueles que vão utilizar o saldo do FGTS. É sempre importante mantermos uma reserva financeira, de pelo menos 3 a 6 meses o valor total das nossas despesas, no caso de imprevistos, e assim não ficar inadimplente. Vale se atentar também sobre as modalidades de compra, como os consórcios e os financiamentos, suas características, condições e valores, para entender bem as vantagens e desvantagens de cada um, e qual atende suas necessidades, no curto e longo prazo. E também as principais diferenças entre os sistemas de amortização pela Tabela Price ou SAC. No financiamento pela tabela SAC, por exemplo, se a pessoa conseguir pagar periodicamente a primeira e última parcela (esta sem juros), de maneira que ela liquide o saldo devedor na metade do prazo contratado, ela consegue ter uma vantagem financeira significativa pagando menos juros.

Serviço:
-  Dia D Quinta Alto Umuarama com condições de compra especiais
-  Sábado (06/04) a partir das 8h na Av. Vicente Sales, 2555 – Alto Umuarama – Uberlândia (MG)

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Dia D Quinta Alto Umuarama é neste sábado (06/04)
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial