sexta-feira, 12 de abril de 2019

Coluna Visite Uberlândia


Gran Executive é o hotel mais sustentável de Uberlândia
O hotel Gran Executive é reconhecido como hotel mais sustentável de Uberlândia e tal fator é um grande avanço, não só para rede de hotéis que pretendem melhorar, mas para o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável da cidade. A engenheira Clarice Degani exibiu como case o hotel Gran Executive. “Sua estratégia para o perfil de desempenho ambiental foi privilegiar as boas práticas comprovadamente eficientes no contexto das edificações de hospedagem executiva, tanto em termos de despesas operacionais e de manutenção quanto de conforto aos hóspedes”, revelou a engenheira na feira Expo Arquitetura Sustentável.

San Diego apoio a cultura local
Desde o ano passado o Hotel San Diego destina até 25% do pagamento do INSS a Lei de Incentivo à Cultura local. A ideia é pioneira em Uberlândia e traz um conceito básico e novo a rede de hotéis. Antônia, gerente geral do hotel, deixa claro que reverter esse dinheiro para o apoio a cultura não é difícil, ao que muitos imaginam, pois há uma empresa que capta o valor pago e transmite aos artistas locais, assim dando maior visibilidade a cultura Uberlandense.

Uberlândia 1° lugar em geração de energia solar
Uberlândia é a maior potência instalada de fonte de energia solar fotovoltaica no país. Segundo relatório publicado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o município registrou o equivalente a 2% do que é produzido pelo setor no país e cerca de 9% do que é originado em Minas Gerais, ficando à frente de grandes capitais, como Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza, entre outras.

Turismo para um novo Brasil
Marcelo Álvaro Antônio comemora as principais vitórias do setor do Turismo nos primeiros 100 dias à frente da Pasta. O Turismo brasileiro tem ido de vento em polpa nos últimos tempos, em 2018 menos de 0,5% do 1,4 bilhão de viajantes do mundo escolheram o Brasil como destino. Um país grandioso, não só pelo tamanho, mas pela diversidade, potencial, recursos e diversidade de experiências, porém pequeno de abertura ao mercado, improdutivo no ambiente de negócios e árido em matéria de incentivos ao desenvolvimento. Em entrevista à Agência de Notícias do Turismo, o ministro Marcelo Álvaro Antônio afirmou que “no dia 1º de janeiro, o setor de Viagens e Turismo firmou um pacto de progresso e abertura para o desenvolvimento do Brasil”.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Coluna Visite Uberlândia
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial