terça-feira, 12 de março de 2019

Comida di Buteco completa 20 anos com pratos a R$ 20


Com a proposta de eleger o melhor boteco do país, levando em conta a culinária de raiz, a tradição dos pais para os filhos, o temperinho exclusivo do petisco servido com aquela cerveja geladíssima que o Comida di Buteco já faz parte do calendário de eventos de muitas cidades brasileiras. Em Uberlândia, o concurso acontece de 12 de abril a 5 de maio com a participação de 19 bares, sendo que destes, 7 são calouros. 2019 é um marco importante para o projeto, pioneiro do segmento no país que completa 20 anos de história. São 20 anos contribuindo com o empreendedorismo e transformando vidas em todo o Brasil.
De acordo com Thiago Gentil, coordenador regional do concurso, o Comida di Buteco cresceu ao longo desses 20 anos. “Começou em Belo Horizonte e hoje é um concurso nacional. Em 2018, registramos 600 mil votos válidos, com a participação de 5 milhões de pessoas em todo o Brasil nos 650 estabelecimentos participantes”, disse.
Para celebrar duas décadas, a grande novidade dessa edição é o tema: 20 anos de Comida di Buteco, que culmina na venda do petisco concorrente a R$ 20, não havendo ingrediente obrigatório nas receitas. Em 2018, o Bar do Carlinho foi o vencedor do Comida di Buteco em Uberlândia, com o prato “Bolinho Caipira”. O Mussa Petisqueira ficou com a segunda colocação com o "Rocambole de Frango” e em terceiro lugar ficou o Bar do Betão com o prato "Tilápia em pé do Betão".
Além de Uberlândia que completa a 12ª edição no evento, outras 20 cidades recebem a competição simultaneamente: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Juiz de Fora, Manaus, Montes Claros, Poços de Caldas, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, São José do Rio Preto e Vale do Aço.
Ao longo dos 24 dias de concurso todos os botecos são avaliados pelo público que vai até o bar saborear o petisco participante e por um corpo de jurados mantidos sob sigilo. Cada cliente que provar o petisco recebe uma cédula de votação no bar e tem que dar sua avaliação no local. São avaliados com notas de 1 a 10, a higiene, o atendimento, a temperatura da bebida e o petisco (que leva 70% do peso da nota; os demais quesitos tem peso de 10% cada). O voto do júri pesa 50% e os do público os demais 50%.
Ao final um instituto de especializado faz a apuração do grande vencedor, que recebe premiação dos patrocinadores do evento. Após a escolha do melhor boteco de cada uma das 21 cidades participantes ainda acontece uma eleição nacional para eleger o melhor boteco do Brasil. Essa eleição é decidida apenas com o voto de um júri especializado que viaja o país para dar sua nota.
O vencedor será divulgado no dia 20 de maio em uma festa que reúne todos os “botequeiros” participantes e patrocinadores.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Comida di Buteco completa 20 anos com pratos a R$ 20
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial