sexta-feira, 29 de março de 2019

Artistas de Uberlândia – MG se unem para fomentar o teatro


Artistas e grupos criam o CITU – Circuito Independente do Teatro de Uberlândia – Edição 2019, que tem o objetivo de fortalecer a produção teatral do município.

Desde março deste ano, vários artistas e grupos da cena teatral de Uberlândia se uniram para promover uma agenda de apresentações durante todo o ano de 2019 aos espectadores da cidade. Nasce assim o CITU – Circuito independente do Teatro de Uberlândia – Edição 2019.
A ideia surgiu de uma conversa no ano passado entre cinco artistas teatrais da cidade: Camila Tiago, Giovanna Parra, Mario Leonardo, Rafael Michalichem e Tamara dos Anjos. Juntos eles reuniram grupos, coletivos e artistas que estão produzindo Teatro atualmente em Uberlândia para promover uma agenda anual de espetáculos. O intuito é oferecer teatro acessível e de qualidade ao público uberlandense e da região, além de fomentar o teatro produzido na cidade, e proporcionar movimento nos equipamentos culturais. “Só nos últimos meses de 2018, estrearam quatro espetáculos produzidos em Uberlândia. Somando aos espetáculos já existentes, chegamos a um número que preenche a agenda cultural da cidade para esse ano todo”, afirma Giovanna Parra. “É preciso reconhecer não só a quantidade, mas também a qualidade do Teatro que se produz na cidade, muitas vezes equiparável ao que se produz de teatro alternativo dos grandes centros”, completa.
A Escola Livre do Grupontapé de Teatro foi o palco escolhido para sediar esta edição. A agenda já está fechada e o Circuito terá início em maio deste ano com apresentações para os mais diversos públicos. De acordo com Mario Leonardo “o grande trunfo do Circuito é a possibilidade de ter uma programação de qualidade com praticamente uma peça diferente por semana, proporcionando assim as mais diversas experiências para o público que virá ao teatro”.

Escolha do nome
Segundo Rafael Michalichem, o nome CITU – Circuito Independente de Teatro de Uberlândia faz alusão ao momento atual. “Os grupos de teatro de Uberlândia estão com poucos recursos para investirem e fazem o que podem para manterem-se no mercado”, explica, e acrescenta que “o Circuito é independente porque é feito com o dinheiro e o trabalho dos próprios artistas, não havendo nenhum tipo de financiamento externo”.

Escolha do espaço
A escolha do Grupontapé veio da vontade de retribuir ao espaço o que ele fez pelos artistas no ano passado: abriu suas portas com condições flexíveis de negociação acolhendo a produção teatral. Agora, recebe dos artistas o auxílio na manutenção para melhor atender as necessidades dos espetáculos que se apresentarão no espaço. “A nossa intenção é fazer um diagnóstico técnico do espaço para realizar possíveis melhorias para as apresentações. Para, além disso, unir a classe teatral para movimentar ações como a negociação e/ou isenção das taxas para apresentações locais, dentre outras”, informa Camila Tiago.
            “Nós recebemos a ideia com muito entusiasmo. Essa união é essencial para fortalecermos a nossa classe. Daremos o apoio necessário para a realização do Circuito, pois o nosso espaço foi criado para fomentar o teatro e a cultura em Uberlândia”, declara Katia Bizinotto diretora do Grupontapé de Teatro.
            A programação do CITU começa já nos dias 04 e 05 de maio e segue sempre nos três primeiros finais de semana de cada mês, durante todo o ano de 2019, com uma variedade de estilos e produções teatrais da cidade de Uberlândia. Ao todo são 25 espetáculos no total de 22 grupos.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Artistas de Uberlândia – MG se unem para fomentar o teatro
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial