quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Papanicolau é principal método para detecção precoce do câncer de colo de útero


Oncologista ginecológica do COT alerta para a importância de realizar o exame periodicamente

O câncer de colo de útero é a quarta causa de mortes de mulheres por câncer no Brasil, e curiosamente, considerado facilmente prevenível. Somente este ano, o INCA (Instituto Nacional do Câncer) estima que sejam diagnosticados mais de 16.370 casos no país. Não considerando o câncer de pele não-melanoma, este é o terceiro tipo mais incidente na população feminina, ficando atrás apenas do câncer de mama e o colorretal. O mês de janeiro é marcado pelo ‘Janeiro Verde', uma campanha que busca promover a conscientização para prevenção e detecção precoce.
O diagnóstico em estágio inicial é fundamental para o sucesso do tratamento, aumentando a chance de cura, além de permitir até a preservação de fertilidade em casos selecionados. A realização do exame ginecológico com a coleta do “Papanicolau” é a melhor forma de detectar precocemente esta doença. A médica do COT, Dra. Mileide Sousa, chama a atenção para a importância da avaliação. "O Papanicolau é um exame que deve ser realizado periodicamente por toda mulher com vida sexual ativa, entre 25 e 64 anos de idade. Para que o diagnóstico seja mais assertivo é recomendado que os dois primeiros exames sejam realizados anualmente. Se os resultados estiverem normais, é possível repeti-lo após três anos."
A especialista ainda destaca a facilidade e comenta algumas orientações para se submeter ao exame. "O Papanicolau é indolor, rápido e simples, e até mesmo gestantes podem realizá-lo sem prejuízos à sua saúde ou do bebê. Para garantir o resultado correto é indicado que a mulher não tenha relações sexuais, mesmo protegida, nas 24 horas anteriores e não esteja menstruada no dia do exame."
A médica ainda destaca a importância da vacina contra o vírus HPV como forma de prevenção contra o câncer de colo uterino. O HPV (Papiloma Vírus Humano) está presente em 99% dos casos de câncer de colo de útero. Hoje em dia já está disponível, na rede pública e privada, a vacina que protege contra os principais tipos do vírus.

Tratamento
O tratamento do câncer de colo de útero será determinado pelo especialista de acordo com o estágio da doença, localização do tumor, condição física e idade da paciente. Os métodos utilizados mais comuns são a cirurgia, a radioterapia e a quimioterapia.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Papanicolau é principal método para detecção precoce do câncer de colo de útero
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial