quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Livro escrito por Eduardo Moreira, que conta a trajetória do Grupontapé de Uberlândia-MG, será lançado em São Paulo-SP


Após o lançamento em Uberlândia, cidade sede do Grupo, e Belo Horizonte-MG, cidade do autor, o livro “GruPontapé - A Construção de uma Maioridade” chega à capital paulista. O lançamento será no Teatro de Contêiner da Cia Mungunzá.

Depois de lançar livro “GruPontapé - A Construção de uma Maioridade”, em Uberlândia-MG e na capital mineira Belo Horizonte, no final de novembro, o Grupontapé de Teatro seguirá para São Paulo-SP onde fará o lançamento da obra escrita pelo ator, diretor de teatro e escritor, Eduardo Moreira. O evento será no dia 09 de dezembro, às 17 horas, no Teatro de Container da Cia Mugunzá de Teatro, localizado na Rua dos Gusmões, 43, no Bairro Santa Ifigênia.
            O livro é o primeiro da Cia de teatro, que nasceu em Uberlândia. O conteúdo relata a trajetória de 23 anos do Grupontapé, considerado no meio cultural de Minas Gerais uma das tradicionais companhias de teatro do estado. A obra promete inspirar outros grupos que atuam no mesmo setor, não só no estado mineiro, mas em todo o país.
            O lançamento em São Paulo contará também com um bate-papo aberto ao público, com o objetivo de compartilhar um pouco das experiências das duas companhias. Essa atividade será direcionada para duas turmas.

Sobre o livro
            A obra é resultado do projeto do Grupontapé de Teatro, com o objetivo de registrar e difundir, por meio de um livro, a trajetória do Grupontapé. Portanto, ele foi aprovado pela Lei Rouanet, que viabilizou a impressão de 1.000 exemplares, dos quais 50% estão sendo serão doados a bibliotecas, instituições ligadas a artes e educação e para alunos de escolas e ONG´s e além disso o projeto prevê também que cinco palestras com os integrantes do Grupo voltadas para adolescentes e jovens com o tema “Viver do que gosta, o melhor caminho!”.

Inspiração
        De acordo com autor, Eduardo Moreira, que é reconhecido e premiado na cena teatral em nível nacional, com atuações no Grupo Galpão de Belo Horizonte-MG, o qual ajudou a fundar, a obra foi inspirada na construção desse caminho ao longo de 23 anos do Grupontapé. “Sem sombra de dúvidas, essa história é emblemática de um projeto de teatro de grupo construído numa cidade do interior do Estado de Minas Gerais, onde as perspectivas artísticas são bastante limitadas e as oportunidades são quase sempre ínfimas. A experiência do Grupontapé é um alento e, mais que isso, uma esperança. Uma esperança de que as pessoas vivam seus sonhos e os compartilhem com o maior número de pessoas e façam brotar, na comunidade em que vivem, o espírito de convivência e da participação. Algo que sempre norteou o caminho do Grupo e que foi sendo repensado, questionado e aperfeiçoado por seus membros, ao longo desse longo percurso”, afirma.
     Na visão de Moreira, o Grupontapé marca uma experiência definitiva em Uberlândia. Um movimento gerado e irradiado de forma contínua, sempre se reinventando, buscando a sobrevivência, por meio de um projeto de educação, numa permanente troca viva e pulsante. Evoé para nós todos do teatro, e que continuemos sempre irradiando a possibilidade de fincar no mundo o sonho e a necessidade da imaginação. Porque, sem eles, a vida simplesmente não vale a pena e deixa de ter qualquer significado”, comenta. 
            Para os fundadores do Grupo, é uma honra terem registrados os louros conquistados e os obstáculos encontrados no meio do caminho. “Esse livro é a oportunidade de apresentar ao público os momentos pelos quais passamos para chegarmos até aqui e adquirirmos maturidade. Anos de desafios, vitórias, mas sempre com a certeza de que estávamos trilhando o melhor caminho, em busca de realizar os nossos sonhos e, ao mesmo tempo, atingir a comunidade levando cultura, educação e entretenimento”, destaca o produtor e diretor do Grupo, Rubem dos Reis.
            Para a fundadora, Katia Bizinotto, a sensação é de que “parte do nosso dever está cumprido”. “Digo isso, porque são 23 anos de história, mas queremos alcançar ainda mais. Nós não paramos de sonhar, de buscar novos projetos e estarmos mais próximos da sociedade. Temos um longo caminho pela frente e estamos motivados para registrar mais histórias para serem compiladas. Fica aqui a nossa gratidão a duas pessoas fundamentais para a materialização da nossa história em livro, à Profa. Dra. Irley Machado que foi a grande incentivadora e iniciou conosco este projeto, a quem abrimos nossos arquivos e memórias e ao Eduardo Moreira por traduzir em palavras e páginas tudo o que já vivemos. Esse livro é algo que marcará a nossa passagem pela cultura uberlandense e também no estado de Minas Gerais, sobretudo pela vida de tanta gente.”, ressalta.

Serviço
O quê: Lançamento do livro: “Grupontapé - A Construção de uma Maioridade”
Local | Data e Horário
São Paulo – 09/12 às 17 horas
Lançamento e bate papo
Local: Teatro de Container da Cia Mugunzá de Teatro (espaço aberto)
Endereço: R. dos Gusmões, 43 - Santa Ifigênia

Entrada Franca.
Confirmar presença pelos contatos abaixo:
Contato: 34.3213-1325 / 9 9176-6073(Aline/Marisa)

Ficha Técnica
GruPontapé - A Construção de uma Maioridade
Pronac: 14.120-64 - Lei Rouanet
Autor: Eduardo Moreira
Pesquisa: Irley Machado
Revisão de Texto: Trema Assessoria em Comunicação Ltda
Coordenação Gráfica e Editorial: Lúcia Nemer e Martuse Fornaciari [NFD]
Programação Visual: Lúcia Nemer e Martuse Fornaciari [NFD]
Diagramação: Fábio de Assis [NFD]
Coord. Adm-Financeira e Ass. Jurídica: Katia Bizinotto
Assistentes: Juliano Rodrigues (in memoriam), Juliana Nazar e Cássio Machado
Motoboy: Eliene Ricardo Ferreira Gomes
Assessoria de Imprensa: Érica Magalhães – MF Comunicação
Produção Executiva: Rubem dos Reis
Coordenação de Pesquisa: Grupontapé
Coordenação de Produção: Balaio do Cerrado Produções Culturais
Coordenação Geral do Projeto: Grupontapé
Captação de Recursos: Balaio do Cerrado Produções Culturais
Imagens do livro: Thaneressa Lima, Ninguém dos Campos, Ricardo Borges, Douglas Luzz, Vinícius Carvalho, Rafael Michalichem e Arquivo do Grupontapé.

Expediente Grupontapé 2018
Direção geral
Katia Bizinotto, Katia Lou e Rubem dos Reis
Núcleo Artístico
Bia Pantaleão, Cássio Machado, Imanol Tolaretxipi,
Juliana Nazar, Katia Bizinotto e Katia Lou
Escola Livre do Grupontapé
Coordenação Geral: Katia Lou
Coordenação Pedagógica: Juliana Nazar
Coordenação do Teatro: Imanol Tolaretxipi
Professores: Bia Pantaleão, Cássio Machado,
Juliana Nazar e Katia Lou
Produção
Coordenação de Produção: Rubem dos Reis
Produção Geral: Balaio Produções Culturais
Produção Executiva: Marisa Cunha e Eder Florêncio
Registro e Mídias: Thaneressa Lima
Camareira: Maria Rosa dos Santos
Assessoria de Imprensa: Érica Magalhães – MF Comunicação
Administrativo-Financeiro:
Coordenação Geral: Katia Bizinotto
Coordenação de Execução Orçamentária: Aline França
Produção e Logística: Eder Florêncio
Motoboy: Eliene Ricardo Ferreira Gomes

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Livro escrito por Eduardo Moreira, que conta a trajetória do Grupontapé de Uberlândia-MG, será lançado em São Paulo-SP
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial