quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Brasileiros aliam intercâmbio a grandes Réveillons internacionais

Shows de fogos de artifícios e grandes óperas estão entre os atrativos dos lugares mais procurados para a virada do ano no exterior
Paulo Silva - foto Denilton Dias
No último mês, a Airbnb, empresa que oferece serviço de hospedagem por meio de plataformas online no mundo inteiro, divulgou uma pesquisa que aponta as tendências para o Réveillon de 2019. Os destinos para onde os usuários fizeram mais reservas na plataforma para a virada do ano são Cidade do México, Miami e Nova Orleans, que oferecem grandes festas para comemorar a chegada de um novo ano.
A Cidade do México garante acomodação, alimentação e diversão mais acessíveis que as opções brasileiras durante a época do ano. Miami conta com diversas festas gratuitas ao som de música ao vivo, enquanto o público aguarda pelo espetáculo de fogos da virada. Já Nova Orleans garante o melhor do jazz e das festas no estilo Luisiana, que não existem em nenhum outro lugar do globo.
Além destas opções, há ainda os destinos associados a viagens de intercâmbio, que unem dois objetivos em um pacote só. No Brasil, por exemplo, centenas de pessoas que aderiram a programas fora do país aproveitarão a oportunidade para desfrutar de tradicionais festas de Réveillon. Segundo Paulo Silva, diretor da agência de intercâmbios World Study Belo Horizonte, 367 brasileiros vão passar o ano novo no exterior pela empresa. Dessas pessoas, 241 viajaram no começo do segundo semestre de 2018 e no começo do mês de dezembro.
Os três países mais procurados para intercâmbio nesse período foram Canadá, Nova Zelândia e Austrália. “Dentre esses destinos, Sidney, na Austrália, oferece uma das maiores festas de Réveillon do mundo, com direito a show de fogos de artifício espalhados pela água em frente à Opera House, uma das óperas mais famosas do mundo, que atrai turistas de todos os lugares. A festa acontece na baía, onde a água reflete a decoração toda iluminada”, ressalta.
Silva lembra que para passar a virada de ano fora do país é preciso estar aberto a fazer novas amizades. “É um momento de confraternização, conexão e novos sonhos. Sem falar que curtir essa festa durante o intercâmbio é entrar com o pé direito em 2019”, aconselha.
Para quem está de saída para intercâmbio na Austrália, a World Study proporciona ainda gratuidade na taxa de assessoria para tirar o visto, em programas de 14 semanas ou mais.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Brasileiros aliam intercâmbio a grandes Réveillons internacionais
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial