quarta-feira, 3 de outubro de 2018

As muitas possibilidades da pintura reabrem o novo espaço da ITV Cultural


A exposição “Proposições pictóricas”, com 15 artistas do Núcleo de Pesquisa em Pintura e Ensino (Nuppe) da UFU, pode ser visitada até dia 30 de outubro
Aninha Duarte, Rodrigo Freitas e Jane Côbo são alguns dos artistas que formam a coletiva



Pictórico é tudo que é relativo à pintura e não é feito necessariamente com tinta e pincel. O termo também faz parte do título da exposição de arte “Proposições pictóricas”, aberta nessa quinta-feira (13), nas novas instalações da ITV Cultural, dentro da ITV Urbanismo. Os 15 artistas do Brasil e exterior que formam a coletiva são pesquisadores do Núcleo de Pesquisa em Pintura e Ensino (Nuppe), vinculado ao Instituto de Artes da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Os trabalhos ficam abertos à visitação até o dia 30 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, com entrada gratuita.
Pelas paredes da nova galeria, mais ampla e acessível, com elevador para quem tem dificuldade de locomoção, o visitante pode dar um salto sobre a pintura e conhecer vertentes singulares. Em cada trabalho, é possível conhecer materiais e procedimentos não convencionais, como o uso da limalha de ferro oxidado, além de técnicas tradicionais. Na lista desses artistas estão Alexandre França, Aninha Duarte, Brayan Arantes, Beth Shimaru, Carmen Nolorve, Camila Moreira, Dayane Jusitino, Elsieni Coelho, Flaviane Malaquias, Gladyse Robles, Jane Côbo, Karina Sousa, Roberta Melo, Rodrigo Freitas e Sérgio Rhodrigues.  
Aninha Duarte, professora da UFU e pesquisadora da religiosidade, apresenta pela primeira vez no Brasil o trabalho “Medianeiros e Medianeiras”, exposto inicialmente em Évora, em Portugal, com outras obras da artista. Nesse trabalho, a pintura híbrida sobre tecido faz tributo à religiosidade popular. Por meio de colagem e decupagem, são mostradas imagens de alguns santos intercessores, frequentemente encontrados nas medalhas vendidas em bancas durante as festas católicas, como na cidade de Romaria, por exemplo. “São os santos forçosos, na linguagem popular. Vi as imagens que mais se repetiam nas bacias cheias de medalhas nas bancas. No meu trabalho, eu preenchi algumas medalhas e outras ficaram vazadas, para que o público preencha com o seu próprio medianeiro espiritual”, afirmou Aninha.
A pintura de Jane Côbo apresentada nessa mostra é o recorte de um outro trabalho, intitulado “A bruta flor do querer”, quando a artista revestiu com flores de gesso pintadas de vermelho uma coluna de quase 5 metros de altura na Oficina Cultural. Esse recorte já foi mostrado também em Uberaba e volta para Uberlândia em novo formato e novo espaço. “Essa parceria do Nuppe com a ITV é fantástica, porque temos poucos espaços disponíveis na cidade para os artistas mostrarem os seus trabalhos. Eu acho muito rico e válido”, disse Jane.
Rodrigo Freitas apresenta o trabalho “Vigilância”, realizado a partir de imagens capturadas pelas câmeras de vigilância da Guarda Municipal de Belo Horizonte. O trabalho surge a partir de uma notícia publicada em um jornal local que notificava a instalação dos dispositivos de monitoramento, como forma de preservar os “cartões-postais” da cidade, sem mencionar o potencial de controle que tal ação acarreta. Diante dessa estratégia de convencimento, o propósito do trabalho, segundo o artista e professor da UFU, consiste em profanar tais dispositivos, subvertendo suas finalidades. “Minha ação, ainda que de maneira ínfima, consiste em desviar o olhar atento daquelas câmeras, cujo foco são as pessoas, para um percurso distraído e lento pela paisagem” disse Rodrigo.

ITV CULTURAL
ITV Cultural é um espaço expositivo, criado com o intuito de apoiar propostas de artes visuais na cidade, com o incentivo da ITV Urbanismo, a mais antiga incorporada do Brasil, criada em Uberlândia em 1937.  As exposições apresentadas são organizadas e têm a curadoria de pesquisadores cadastrados nas linhas de pesquisa do Nuppe. Por meio dessa parceira de trabalho, foi possível realizar o intercâmbio de trabalhos desenvolvidos por estudantes de Arte e artistas do Brasil e exterior. Dessa maneira, a junção do apoio privado e público, entre a academia e a empresa, propiciou uma forma de se ampliar a cultura e a pesquisa em arte.  Ao longo de 14 anos, o Nuppe mantém uma parceria com a ITV e realiza sistematicamente mostras artísticas. “Algumas empresas de Uberlândia eventualmente ajudaram o Nuppe, mas de maneira sequenciada, só ocorre aqui, na ITV”, disse Aninha.

Serviço: A exposição “Proposições pictóricas” pode ser visitada de 13 de setembro a 30 de outubro, das 9h às 17h, no ITV Cultural, na avenida Getúlio Vargas 869, Centro. A entrada é gratuita.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

As muitas possibilidades da pintura reabrem o novo espaço da ITV Cultural
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial