sábado, 1 de setembro de 2018

Cidades da Austrália, Canadá e Japão estão entre as melhores do mundo para viver e estudar



World Study oferece intercâmbio para os dez principais destinos procurados por estudantes e pessoas que desejam mudar de país

 Uma pesquisa divulgada no final do primeiro semestre de 2018 pelo The Economist Intelligence Unit (The EIU), do jornal The Economist, apontou dez cidades em cinco países como as melhores para se viver no mundo, levando em consideração seis importantes fatores: educação, infraestrutura, saúde, estabilidade, cultura e meio ambiente.
            A preocupação com a educação é um dos destaques em todos os dez países, atingindo 100% de qualidade, especialmente na Austrália, Canadá e Japão. Não por acaso, estes três destinos estão entre os mais procurados para intercâmbio de estudos e vivência, segundo Paulo Silva, diretor da World Study, agência de intercâmbio com mais de 20 anos de experiência.
            De acordo com o levantamento, na Austrália, Melbourne ocupa a segunda colocação no ranking global, que tem ainda Sidney em quinto e Adelaide em décimo lugares. Já o Canadá possui três cidades na lista - Calgary, em quarto lugar, Vancouver e Toronto ocupando a sexta e sétima posições, respectivamente.
            Paulo Silva explica que um em cada quatro estudantes brasileiros (23%) viajaram para o Canadá em 2017. “O país é um dos que mais atrai intercambistas por sua alta qualidade de vida, boas instituições de ensino, segurança e viabilidade financeira, com um dólar menos valorizado que o norte-americano. Além disso, as boas chances de imigração e integração ao mercado de trabalho canadense contam na hora da decisão”.
            Já o Japão, que tem as cidades de Osaka, em terceiro lugar no ranking do The EIU, e Tóquio, em oitavo, está entre os chamados destinos exóticos, assim como Coreia e Dubai, países procurados por clientes que querem vivenciar uma experiência diferente da maioria das pessoas. “Hoje em dia, a curiosidade e ousadia estão entre os principais motivos que levam os intercambistas, em diversos níveis de estudo, a procurarem estes países. Para estes clientes temos programas bastante interessantes e diferenciados”, afirma Paulo Silva.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Cidades da Austrália, Canadá e Japão estão entre as melhores do mundo para viver e estudar
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial