quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Projeto Cinema Vai à Escola da Uniube Uberlândia realiza ação em parceria com Colégio Gabarito


O Programa de Pós-graduação em Educação Básica – Mestrado Profissional da Uniube Uberlândia, juntamente com o Colégio Gabarito, realizará no dia 4 de setembro o projeto Cine Gabarito. O evento contará com a transmissão do documentário “Ilha das Flores”, de Mônica Schmiedt, aos alunos do colégio. Após a exibição, será promovido um debate sobre o tema com a mediação dos professores da Universidade, Dr. Fabrício Pelizer e Stenio Souza Marques.
O Cine Gabarito surgiu com objetivo de ampliar o projeto já existente na Uniube, “Cinema Vai à Escola”. A proposta, que despertou o interesse do colégio, é a de promover a educação e possibilitar o senso crítico para análises da história, atuação, e dos elementos e técnicas de filmagem sobre um determinado tema. 
Além disso, o projeto tem como objetivos a contribuição para o desenvolvimento intelectual e cultural de alunos, professores, comunidade acadêmica da UNIUBE e comunidade escolar de Uberlândia; inserção social e educacional do Programa de Mestrado Profissional em Educação - Formação de Docentes para a Educação Básica e, também, o desenvolvimento cultural dos alunos e professores do Programa e do Curso de Pedagogia por meio de apresentações e debates de filmes.
Segundo o coordenador do Curso de Engenharia Ambiental e convidado para ser um dos mediadores do debate, Prof. Dr. Fabrício Pelizer, o projeto traz uma contribuição muito significativa para professores, profissionais e  alunos, por permitir vários olhares, reflexões e debate de ideias sobre temas atuais. Há sempre uma curiosidade, detalhe, ou uma leitura sobre os fatos e narrativas, que não se esgotam. São bem atuais e diferenciam a formação do estudante. “A parceria com o Colégio Gabarito é muito gratificante. Trata-se de uma instituição de ensino que leva a educação a sério, está aberta ao debate com profissionais e  comunidade e sabe que a formação do aluno vai muito além da sala de aula tradicional”, finaliza o professor.

Sobre o documentário
O documentário Ilha das Flores é um curta-metragem de Mônica Schmiedt, Giba Assis Brasil, Nôra Gulart, com roteiro de Jorge Furtado. O nome vem de um local na cidade de Porto Alegre destinado ao depósito de lixo.
O curta apresenta a trajetória de um tomate, desde a colheita ao descarte por uma dona de casa, até a chegada ao lixão da ilha, onde crianças disputam alimentos, que sequer serviriam de alimento para os porcos. O roteiro traz uma crítica às desigualdades sociais geradas pelo sistema capitalista e à ausência de políticas públicas para solucionar a miséria de parte da população brasileira.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Projeto Cinema Vai à Escola da Uniube Uberlândia realiza ação em parceria com Colégio Gabarito
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial