terça-feira, 5 de junho de 2018

Teste do Pezinho comemora mais de quatro décadas no Brasil


Hospital Santa Genoveva conscientiza sobre exame capaz de detectar 46 doenças 
Gilson Fayad
Comemorado anualmente em 6 de junho, o Dia Nacional do Teste do Pezinho foi instituído pelo Ministério da Saúde em 2001, com a criação do Programa Nacional de Triagem Neonatal. O objetivo da data é conscientizar a população sobre a importância da realização do exame, capaz de detectar várias doenças ainda nos primeiros dias de vida do bebê.
O teste do pezinho começou a ser realizado no Brasil na década de 1970 e passou a ser obrigatório em todo o território nacional em 1992. No ano retrasado, segundo o portal do Ministério da Saúde,mais de 2,5 milhões de recém nascidos realizaram o teste em todo o país. Destes, 53% o fizeram até o quinto dia de vida.
De acordo com o site da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, o Teste do Pezinho é capaz de diagnosticar 46 diferentes disfunções e doenças, que, se descobertas precocemente, proporcionam melhor qualidade de vida para o bebê e sua família.
Para o pediatra e presidente do Hospital Santa Genoveva, Gilson Fayad, esse Teste é um dos mais importantes para detectar doenças nos recém-nascidos. “O exame é rápido e não traz risco à saúde do bebê. Ele é feito com algumas gotas de sangue retiradas do calcanhar do bebê e é importante que seja realizado entre o 3º e 5º dias de vida”, explica.
“É de extrema importância que algumas doenças sejam diagnosticadas antes de apresentar os sintomas para que os tratamentos sejam iniciados e minimizem os danos aos bebês”, finaliza o médico.

Exemplo de doenças detectadas pelo Teste do Pezinho:
1-  Fenilcetonúria
2-  Hipotireoidismo congênito
3-  Anemia falciforme
4-  Hiperplasia adrenal congênita
5-  Fibrose cística
6-  Toxoplasmose Congênita

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Teste do Pezinho comemora mais de quatro décadas no Brasil
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial