segunda-feira, 25 de junho de 2018

Livro sobre folhas e religiosidade afro-brasileira é lançado em Uberlândia nesta quinta (28)


Para muitas pessoas, o conhecimento sobre as religiões de matriz africana ainda está aprisionado dentro de uma cabaça. Uma cabaça que pode ser feita de preconceitos, intolerância e, até mesmo, falta de interesse. Mas a sabedoria presente no culto de orixás, vinda da África nos porões insalubres dos navios negreiros e repassada a custo de muito sofrimento, integra fortemente a identidade do Brasil. As religiões de matriz africana, como o candomblé e a umbanda, são verdadeiros arsenais de informações e sabedoria sobre a filosofia, a medicina e a cultura iorubana. Como o conteúdo da cabaça, muitas práticas e ritos presentes nas religiões afro-brasileiras são segredos, mas isso não significa que não se possa tratar dessa temática respeitando suas limitações. É o momento de abrir, mesmo que em certa medida, as cabaças de preconceitos que muitos carregam. 
Esta é a proposta de “Ewé Ásà: folhas e religiosidades afro-brasileira”, um livro sobre a relação da religiosidade afro-brasileira com as folhas, sendo o seu público-alvo as escolas públicas e os seus professores e professoras, em razão do cumprimento da Lei nº 10.639, a fim de suprir a carência de material sobre as religiões afro-brasileiras nas escolas. Ele foi escrito pelos jornalistas Nasser Pena e Isley Borges, além de contar com a consultoria de Ìyálòrìşà Ifatoki Cristina ti Oşùn e o planejamento gráfico de Carlos Gabriel Ferreira.

DATA: 28 de junho de 2018
HORÁRIO: a partir das 19H
LOCAL: Sede da ADUFU – Seção Sindical (Rua Nelson de Oliveira, 711, Santa Mônica)
ENTRADA GRATUITA

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Livro sobre folhas e religiosidade afro-brasileira é lançado em Uberlândia nesta quinta (28)
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial