domingo, 17 de junho de 2018

Jogo permite que crianças aprendam sobre teias alimentares


Projeto foi desenvolvido por equipe de centro de pesquisa sediado na UFSCar 

Na natureza, um organismo pode se alimentar de diferentes seres vivos, além de servir de alimento para diversos outros. O resultado é que as cadeias alimentares se cruzam, formando as chamadas teias alimentares. Também conhecidas por redes alimentares, elas representam, justamente, as muitas relações entre os organismos de um ecossistema. Crianças e adolescentes agora podem aprender brincando sobre as teias alimentares no jogo "Quem come o quê", disponível no Portal Ludo Educativo (www.portal.ludoeducativo.com.br), projeto do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), sediado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). 
A proposta do "Quem como o quê" é estimular o jogador a montar várias teias alimentares diferentes, seguindo padrões em um tabuleiro. Para isso, é necessário entender quais animais se alimentam do que e também saber sobre as relações entre os organismos dentro da teia alimentar. A cada etapa concluída, um novo desafio é lançado. Além disso, o jogo conta com o modo de tempo, permitindo ao participante acumular pontos e integrar o ranking do Ludo Educativo. 
O Ludo Educativo é um projeto de extensão universitária criado em 2012 que desenvolve e disponibiliza jogos gratuitos sobre diversos assuntos que estão presentes no dia a dia de crianças e adolescentes, como a escassez de água e a preservação do meio ambiente, entre muitos outros. "As crianças precisam ser educadas e, hoje, o uso da informática por intermédio de jogos é uma forma didática e agradável de ensinar e aprender sobre diversos temas", defende Elson Longo, coordenador do CDMF. 
A equipe do projeto é formada por designers, programadores e profissionais do audiovisual da Aptor Software, uma empresa spin-off que surgiu na UFSCar e na Universidade Estadual Paulista (Unesp), que atua em parceria com o CDMF, um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid) apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O CDMF também recebe investimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a partir do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN), integrando uma rede de pesquisa entre UFSCar, Unesp, Universidade de São Paulo (USP) e Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen). O jogo "Quem como o quê" pode ser acessado em www.portal.ludoeducativo.com.br e também está disponível para download no sistema Android.


Compartilhar

Postagens Relacionadas

Jogo permite que crianças aprendam sobre teias alimentares
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial