quinta-feira, 3 de maio de 2018

Missão Sal da Terra promove curso para formação de famílias acolhedoras


Durante o mês de Maio o serviço Família Acolhedora, da Missão Sal da Terra, realizará o curso de Formação de Novas Famílias Acolhedoras. O curso, que acontece nos dias 17, 21, 22, 28 e 29, será destinado a pessoas que queiram acolher, em suas casas, crianças e ou adolescentes afastados do convívio familiar por meio de medida protetiva até que seja viabilizado o retorno do convívio com a família de origem ou o encaminhamento para a família substitutiva.
São programas como o Família Acolhedora que permitem a promoção de um ambiente saudável para as crianças enquanto passam por algum processo. Essas crianças e ou adolescentes, ao invés de irem para uma instituição de acolhimento, podem ser acolhidas temporariamente no seio de uma família que ama, cuida, respeita e nutre, propiciando o ambiente favorável ao seu desenvolvimento integral, para isso existe o serviço de acolhimento familiar. Segundo a coordenadora do serviço, Karina Garcia, “somente uma família pode oferecer os cuidados que uma criança ou um adolescente precisam de forma individualizada”.
O curso será realizado pela coordenadora, equipe técnica, comissária da infância Vera Oliveira Tavares, o juiz da vara da infância de juventude, José Roberto Poiani e a Secretaria de Desenvolvimento social trabalho e habitação – SEDESTH. Lembrando que podem participar do curso quaisquer pessoas acima de 21 anos, residente em Uberlândia.
Vale lembrar que: a única restrição para ser uma Família Acolhedora é que os interessados não podem estar na lista de adoção, ou seja, os membros do Família Acolhedora só podem receber crianças e adolescentes durante um período de tempo, não podendo adota-la permanentemente por questões legais.
O curso será na sede do Família Acolhedora, às 19h, na Rua Euclides da Cunha, 920 – Custódio Pereira. Mais informações pelos números: (34) 3226-9317 ou (34) 9 9925-7904.

Sobre o Família Acolhedora
Família Acolhedora é um serviço que seleciona, capacita e acompanha famílias para serem os guardiões legais de uma criança ou adolescente que precisou ser retirado temporariamente de sua família biológica por violência, abuso ou negligência.  A família acolhedora recebe essa criança/adolescente em sua casa como se filho fosse e tem importantíssimo papel como figura de referência durante o período em que precisa ser protegida, até que sua situação seja definida pelo Poder Judiciário e seja reinserida em sua família biológica ou encaminhada para adoção. Os vínculos e cuidados da família acolhedora para com esta criança/adolescente transformam a sua história e quebram um ciclo de violência.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Missão Sal da Terra promove curso para formação de famílias acolhedoras
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial