terça-feira, 15 de maio de 2018

18 de maio é dia de Luta Antimanicomial


Roda de conversa com Paulo Delgado, autor da lei da Reforma Psiquiátrica, acontecerá na quarta-feira (23/05) no Campus Umuarama da UFU. Evento é gratuito! 

A Luta Antimanicomial é um movimento histórico e nacional que dá continuidade às ações de luta política na área da saúde pública do Brasil. É presente na construção do SUS (Sistema Único de Saúde) e é responsável pela construção de toda a rede de saúde mental nacional. Foi através desta Luta que se criou a lei 10.216, proporcionando a milhares de pessoas tratarem de suas dores fora de hospitais psiquiátricos, em serviços territoriais perto das suas casas, de forma respeitosa e digna.
“No entanto, estamos sofrendo diversos retrocessos. No Ministério da Saúde os investimentos voltam a ser em hospitais psiquiátricos e em comunidades terapêuticas. Estes locais, financiados com dinheiro público, acumulam denúncias pela violência aplicada e estudos mostram como são ineficientes ao tratamento”, avalia a psicóloga, Fernanda Nocam, uma das organizadoras dos eventos relacionados ao dia 18 de maio em Uberlândia.
Por isso, na sexta-feira (18/05), haverá Ato Público no Centro de Convivência do Campus Umuarama da UFU - Universidade Federal de Uberlândia, e na quarta-feira (23/05) haverá Roda de Conversa com participação de Paulo Delgado, autor da lei 10.216/2001, no anfiteatro do bloco 2A do mesmo campus.
“Promover, prevenir e tratar a saúde mental, implica em pensarmos o que tem gerado diversos sofrimentos na vida das pessoas, desde pequenos até a vida adulta. Um dos sofrimentos aos quais estamos sujeitos é a discriminação e segregação de pessoas em diferentes condições sociais e comportamentais. Pensar na Reforma Psiquiátrica é pensar nisso, é pensar em direitos humanos daqueles que são considerados "fora do padrão de normalidade". Logo, a reforma trabalha com a mudança cultural em relação ao olhar para a diversidade subjetiva humana. Em defesa dos serviços de qualidade. Por uma Sociedade Sem Manicômios! ”, esclarece Nocam.
A mobilização pelo Dia da Luta Antimanicomial em Uberlândia é uma iniciativa do Hospital de Clínicas de Uberlândia em parceira com PROEXC – Diretoria de Extensão e Cultura da UFU, CEPEPE – Centro de Pesquisa e Educação Permanente em Enfermagem, Abrasme – Associação Brasileira de Saúde Mental, Escola da Cidade, Dê Lírios – Saúde Mental e Arte, e Conviver Espaço Terapêutico. 

Serviço:
Quarta-feira (23/05) – Roda de Conversa
Tema: A Reforma Psiquiátrica como Instrumento para a Promoção da Dignidade Humana
Convidado: Dr. Paulo Delgado – autor da lei 10.216
Participantes:
Ana Clara Naves da Silveira – Advogada (OAB)
Alexandre Henrique Rosa – Médico Psiquiatra (HCU-UFU / CAPS-AD)
Luiz Carlos Oliveira Junior – Docente Psiquiatra (HCU-UFU)
Allan Kardec de Oliveira – Enfermeiro (HCU-UFU)
Maria Aparecida de Araújo – Assistente Social (HCU-UFU)
Marisa Alves – Psicóloga
Mediadora: Fernanda Nocam (Psicóloga/Abrasme/Docente FAMED-UFU)
Local: anfiteatro do bloco 2A do Campus Umuarama da UFU
Horário: 8h às 12h
Inscrições gratuitas na hora no local!

Compartilhar

Postagens Relacionadas

18 de maio é dia de Luta Antimanicomial
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial