sábado, 28 de abril de 2018

Vai comprar um imóvel? Saiba o que levar em conta para se decidir pelo melhor negócio


Com a grande expectativa na melhora do mercado imobiliário, os consumidores agora veem o sonho de comprar um imóvel mais próximo. Para quem está prestes a realizá-lo, é fundamental saber a importância de se fazer um bom trabalho pré-contratual para que as expectativas da aquisição se tornem efetivamente uma realidade.
Para quem nunca adquiriu um imóvel, é importante saber a complexidade do negócio para evitar um mau acordo ou uma compra da qual se arrependerá. Por isso, o conselho do presidente da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação (ABMH), Vinícius Costa, é que, antes de iniciar qualquer negócio, o consumidor trace seu plano de aquisição.
Para começar, é necessário definir se será um imóvel na planta ou um já construído. De acordo com o presidente da ABMH, o que pesa nessa escolha é a vontade de ocupar e, muitas vezes, o preço que se paga. “Se o interesse é se mudar de imediato, procure um imóvel que já esteja pronto. Se há possibilidade de aguardar, talvez seja melhor optar por um imóvel na planta. O preço varia muito, porém pode ser mais fácil encontrar um imóvel na planta a preço mais acessível que um imóvel já construído com as mesmas características”, aponta Vinícius Costa.
Decidido o tipo de imóvel, defina o preço que é possível investir e a forma de pagamento. O ideal é que se dê preferência para aquisição com recursos próprios, mas, caso de não haja essa possibilidade, o consumidor poderá buscar um financiamento habitacional ou um consórcio, como conta Vinícius Costa. “Lembrando que nessas modalidades se pagará mais do que efetivamente vale o imóvel. Ao optar por financiamento habitacional ou por consórcio, priorize a busca do crédito antes de fechar qualquer negócio de compra e venda.”
Feitas as opções acima, é hora de partir para pesquisa do bem. “Hoje existe uma facilidade muito grande de compra de imóveis, isso porque o comprador pode optar por uma imobiliária ou, caso queira adquirir sem intermediação, poderá recorrer a portais e anúncios do próprio proprietário do bem, que atualmente existem aos montes”, lembra o presidente da ABMH.
Escolhido o imóvel, é hora negociar com o vendedor. Nesse momento, é importante contar com a presença de um advogado com conhecimento técnico específico em direito imobiliário para orientação acerca das cláusulas contratuais, direitos e obrigações. “E, antes de assinar o contrato, certifique-se que toda documentação do imóvel e dos vendedores esteja em dia e regularizada para evitar maiores problemas”, aconselha Vinícius Costa.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Vai comprar um imóvel? Saiba o que levar em conta para se decidir pelo melhor negócio
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial