quarta-feira, 25 de abril de 2018

Hospital Santa Genoveva conscientiza sobre os perigos da hipertensão arterial


Doença atinge cerca de 31 milhões de pessoas e mata 300 mil brasileiros por ano 

Com o objetivo de conscientizar sobre os problemas referentes à hipertensão arterial é comemorado anualmente em 26 de abril o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. O Santa Genoveva visa informar sobre uma das doenças que mais mata no mundo e atinge cerca de 36 milhões de indivíduos adultos e mais de 60% da população idosa.
Segundo a  Sociedade Brasileira de Hipertensão, a doença que mata 300 mil brasileiros anualmente, sendo: 820 mortes por dia, 30 por hora ou uma a cada 2 minutos.
De acordo o cardiologista do Hospital Santa Genoveva, Leandro Alves Garcia, a hipertensão contribui direta ou indiretamente para 50% das mortes por doença cardiovascular. “Além disso, suas complicações têm impacto elevado na perda da produtividade do trabalho e da renda familiar. Outro dado importante é que crianças e adolescentes podem desenvolver hipertensão arterial, frequentemente associada à causas secundárias, com prevalência atual na idade pediátrica em torno de 3% a 5%”, afirma o cardiologista.
Ainda segundo o médico, existe uma associação direta entre o envelhecimento e a hipertensão arterial. “Estudos indicam que no Brasil mais de 60% da população idosa sofre com a doença. Dessa forma, informações sobre a história familiar são fundamentais para aumentar a certeza do diagnóstico de hipertensão arterial primária”, completa Garcia.
Dados da  Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2014,do Ministério da Saúde, revelou que a hipertensão atinge 21,4 % da população acima de 18 anos, o que corresponde a 31,3 milhões de pessoas. Dados dessa mesma pesquisa, informam que a doença aparece mais no sexo feminino, com prevalência em 24,2% das mulheres e 18,3% dos homens.
“Podemos caracterizar a hipertensão quando há elevação dos níveis pressóricos, ou seja, maior que 140 x 90 mmHg em um indivíduo adulto, o que deve ser validado por aferições repetidas em duas ou mais ocasiões. Mas é importante salientar que, além do tratamento medicamentoso, podemos controlá-la com boa alimentação, prática de atividades físicas regulares, controle do estresse e fim do tabagismo”, finaliza o cardiologista.

Sintomas
Mesmo sendo considerada uma doença muitas das vezes assintomática, as dores de cabeça, no peito e/ou tonturas podem ser sinais de alerta para a hipertensão arterial.

Como prevenir a hipertensão arterial?
1-  Praticar atividades físicas regularmente;
2- Reduzir o consumo de sal;
3- Não fumar;
4-  Evitar consumo excessivo de álcool;
5- Evitar situações de estresse;
6- Visitar regularmente um cardiologista.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Hospital Santa Genoveva conscientiza sobre os perigos da hipertensão arterial
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial