sexta-feira, 27 de abril de 2018

Bailarinos de Uberlândia voltam de Nova York com bolsas de estudos para escolas americanas


Além de receber uma bolsa João Vitor Percilio foi classificado para a final e ficou entre os 20 melhores bailarinos na categoria júnior. 
Ana Luiza, Isabella, Guiomar e João Vitor em frente ao Lincoln Center
Os bailarinos do Ballet Vórtice, Ana Luiza Moraes Sartini, de 12 anos, Isabella Alcântara, de 13 anos e João Vitor Percilio, de 14 anos participaram de uma das competições mais importantes do mundo na área da dança: o Youth America Grand Prix, em Nova York e alcançaram ótimos resultados.  
O bailarino João Vitor Percilio foi classificado para o final na categoria júnior e dançou no palco do Lincoln Center, o principal da competição. Apesar de ter sido sua primeira participação em um festival de dança e, dos apenas três anos de estudo de ballet clássico, o bailarino de Uberlândia ficou entre os 20 melhores da categoria. Além de João Vitor somente mais um bailarino brasileiro chegou a final: Victor Vaz, do Balé Jovem de São Vicente – SP.
Na competição João Vitor apresentou a variação clássica “Harlequinade” e o solo contemporâneo “Sinergia” criado pela coreógrafa Carol Segurado. Ao final ele foi contemplado com uma bolsa de estudos para o Harid Conservatory, na Florida. Para João Vitor chegar a final foi recompensador. “Eu fiquei muito feliz, pois nunca imaginei chegar à está altura, então para mim foi muito gratificante. Me esforcei muito para chegar até lá”, disse o bailarino.
Já a bailarina Ana Luiza Sartini participou da categoria pré-competitiva e recebeu uma bolsa de estudos para a escola Rock School Education, na Filadélfia. Durante a competição Ana Luiza apresentou a variação feminina de “La fille mal gardèe” e um solo contemporâneo criado pela coreógrafa Carol Segurado.
Isabella Alcântara, também participou da competição. A bailarina apresentou variação feminina do ballet “O Talismã” e o solo de dança contemporânea "Mel[o]dia" criado por Carol Segurado.
Essa foi a décima vez consecutiva que bailarinos do Ballet Vórtice de Uberlândia participaram da competição. Para a professora Guiomar Boaventura, participar do YAGP é “sempre um grande aprendizado de vida, de arte e é principalmente um momento de muita troca de conhecimento e informação. Além da alegria de rever queridos amigos que conhecemos através da dança”, disse ela.  
Os bailarinos também foram acompanhados pelo professor russo que dá aulas em Uberlândia, Vladimir Rybyakov. Para ele, o concurso foi muito produtivo. “Nossos alunos se saíram muito bem nas aulas e eu fiquei feliz e realizado em perceber o grande progresso deles em cena. Foi uma experiência enriquecedora para a formação deles, tanto como pessoas quanto como artistas”, disse Vladimir.

Youth America Grand Prix:
A competição foi realizada entre os dias 13 e 20 de abril de 2018. O YAGP é um dos maiores festivais competitivos de dança do mundo. Durante a competição os bailarinos participaram de aulas, recebem feedback individual dos jurados, se apresentaram diante dos diretores das principais escolas e empresas de dança do mundo e podem receber bolsas de estudo.



Compartilhar

Postagens Relacionadas

Bailarinos de Uberlândia voltam de Nova York com bolsas de estudos para escolas americanas
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial