terça-feira, 3 de abril de 2018

Ambulatório IST/Aids em Uberlândia estende horário de atendimento para realização de teste rápido


Especialistas indicam que quanto mais cedo ocorrer a descoberta da presença do vírus HIV no organismo, melhor será a eficácia do tratamento antirretroviral, que contribui para a redução das chances de evolução para a Aids e melhora na qualidade de vida dos pacientes. Pensando nisso, a equipe do Ambulatório IST/Aids Herbert de Souza vai estender o horário de atendimento para a realização do teste rápido. No dia 12 de abril, os profissionais realizarão os exames até às 21h. Uma ação que busca facilitar o acesso da comunidade ao serviço, segundo explica a coordenadora do ambulatório, Cláudia Spirandelli.
 “Queremos proporcionar à comunidade uma alternativa de horário àquelas pessoas que tiveram um contato sexual desprotegido, principalmente no período do carnaval, para a realização do teste. A janela imunológica* para estes casos já foi encerrada, com isso a presença de anticorpos é mais evidente”, aponta.

 Janela Imunológica*
A janela imunológica é o intervalo de tempo entre a infecção pelo vírus e a produção de anticorpos anti-HIV no sangue. Esses anticorpos são produzidos pelo sistema de defesa do organismo em resposta ao HIV. Os exames irão detectar a presença destes anticorpos, confirmando a infecção caso ela tenha ocorrido.
 Segundo a coordenadora do ambulatório, os principais testes disponibilizados conseguem detectar uma presença suficiente de anticorpos 30 dias após a exposição ao vírus. Por isso,  o exame deve ser feito depois desse prazo. Além disso, os cuidados neste período precisam ser mantidos. “O HIV pode ser transmitido durante a janela imunológica. É importante que, nessa fase, a pessoa sempre faça sexo com camisinha e não compartilhe instrumentos perfuro cortantes, como alicates e seringas”, reforça Cláudia.

Como funciona o teste
 Ao contrário do exame sorológico, que demora até dois dias para sair o resultado, o teste rápido tem o resultado entre 15 e 20 minutos. Para fazer o teste, os enfermeiros coletam uma gota de sangue, que é colocada em uma lâmina junto com o reagente.
 Em casos que o resultado é positivo na primeira amostra, é realizada uma nova testagem com outro reagente. Mesmo que a segunda coleta aponte resultado negativo, um terceiro teste é feito e encaminhado para uma verificação mais apurada em laboratório.

Acolhimento
Quando os dois primeiros resultados são positivos, a coordenadora explica que o paciente já é acolhido pela equipe do Ambulatório.  “Neste momento, já realizamos o atendimento com a enfermeira, para que seja feita a contagem viral. Posteriormente, é feito o encaminhamento para o infectologista e uma equipe multiprofissional que oferecemos no ambulatório a fim de proporcionar uma melhor qualidade de vida aos portadores do vírus”, contou Cláudia Spirandelli.
Cláudia reforçou ainda que o teste não deve ser feito de forma indiscriminada e a todo o momento. É recomendando para quem tenha passado por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido, compartilhamento de agulhas e seringas contaminadas e por transfusão de sangue. O ambulatório em Uberlândia fica na Avenida Avelino Jorge do Nascimento, Bairro Roosevelt. O telefone para contato é (34) 3215-2444.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Ambulatório IST/Aids em Uberlândia estende horário de atendimento para realização de teste rápido
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial