quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

ValeCard movimenta R$ 2,5 bilhões em 2017


Produtos relacionados ao gerenciamento de frotas foram responsáveis por 60% do resultado
 
A ValeCard, empresa de meios de pagamento e gerenciamento de frota, movimentou R$ 2,5 bilhões com os seus produtos durante o ano de 2017 – crescimento de 14% em relação ao ano passado. Os serviços de Gestão de Frotas foram os principais responsáveis e representaram 60% do resultado alcançado, cerca de R$ 1,5 bilhão. 
Para alcançar este crescimento foram desenvolvidas plataformas inovadoras, com diferenciais, como redução de quilometragem e aumento da produtividade dos motoristas, o que contribuiu significativamente para a redução de custo das empresas. “Chegamos a dobrar a equipe do setor de gerenciamento de frotas para poder atender as demandas”, comenta José Geraldo Ortigosa, CEO da ValeCard.
Nesta área, o principal diferencial da empresa é uma plataforma que integra todas as informações e ferramentas relacionadas a frota, como abastecimento, manutenção, telemetria (rastreamento e monitoramento) e documentação (motorista e veículo), permitindo que as empresas possam gerenciar os veículos em tempo real.
Entre as principais novidades de 2017 está o desenvolvimento de uma tecnologia que viabiliza a análise profunda de dados em relação ao uso das frotas, a partir de relatórios gerenciais, gráficos, estatísticas e painéis estratégicos, para ajudar o cliente na redução da ociosidade e de custos.
“Dá para saber, por exemplo, se o motorista não está usando corretamente a embreagem ou o freio, comportamento que pode aumentar os gastos com manutenção e diminuir a vida útil do veículo”, explica Ortigosa.
A ValeCard tem hoje 29 mil clientes em sua carteira – 18 mil pertencem ao segmento de benefícios e 11 mil à gestão de frotas. 

Benefícios
Mesmo com a ascensão dos produtos de frota, a ValeCard também enxerga um grande potencial nos cartões benefícios para os próximos dois anos, principalmente, com a perspectiva da retomada dos empregos.
“Atualmente 13 milhões de brasileiros estão desempregados, ou seja, é menos gente recebendo benefícios. Mas com a tendência de aumento na contratação, a base de beneficiários das empresas passa a subir, o que aumenta a nossa movimentação também”, conclui o executivo. 
Neste segmento, a ValeCard, que tem em seu portfólio os cartões alimentação, refeição, cultura, odontológico, convênio, farmácia, viagem e escolar, prevê um crescimento de 25%, em 2018, e de até 30%, em 2019.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

ValeCard movimenta R$ 2,5 bilhões em 2017
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial