terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Cuidados com a pele no Carnaval


Dermatologista alerta sobre os problemas causados pelo uso excessivo de bebidas alcoólicas, maquiagens e outros cosméticos carnavalescos 

​O Carnaval chegou! A época mais esperada do ano finalmente está aqui, e milhares de brasileiros já estão se preparando para curtir essa festa em grande estilo! Os mais sossegados preferem as praias, o campo, um clube ou até mesmo um churrasquinho em casa, enquanto os aficionados lotam os camarotes das principais capitais do Brasil e correm atrás dos famosos trios elétricos!
Já está autorizada a folia, mas não podemos nos esquecer de que ainda é verão e que, mesmo nos momentos de festa, precisamos colocar nossa saúde em primeiro lugar! O calor e as chuvas constantes são presenças confirmadas no Carnaval brasileiro e também as consequências para a pele. Por isso, é importante tomarmos cuidados especiais para que possamos curtir o feriado sem maiores preocupações!
Seja nos bloquinhos, na praia ou até mesmo em casa, as altas temperaturas e o consumo excessivo de álcool podem acarretar na desidratação, que ocorre quando a perda de água corporal é maior do que a ingestão, prejudicando tanto a saúde da pele quanto de outros órgãos internos. Os principais sintomas da desidratação são a sede em excesso, dores de cabeça, fraqueza e sonolência. A dermatologista Cintia Cunha alerta para os efeitos da perda de água para a pele: “A desidratação pode comprometer a elasticidade da pele, que é mantida por meio dos níveis de água no corpo”. A médica ressalta que a perda da elasticidade tem consequências de curto prazo, como a sensação áspera e seca da pele, mas que seus efeitos mais preocupantes são sentidos a longo prazo, como é o caso do envelhecimento precoce. Por essas razões, é importante manter-se sempre hidratado, não importa qual a sua folia. Vale lembrar que a desidratação é mais comum em crianças e idosos, por isso, foco na água e nos sucos naturais!
Outro comportamento comum à essa época do ano e que pode trazer danos para a pele é a aplicação de glitters, tinturas e maquiagens. “É importante dar preferência a produtos apropriados para a pele e dermatologicamente testados”, afirma Dr.ª Cintia. Embora os glitters de papelaria e as tintas aquareladas ajudem a construir um visual lindo e carnavalesco, esses produtos podem desencadear reações alérgicas quando aplicados diretamente na pele. “Outro cuidado importante e que muitas vezes passa despercebido por muitas pessoas é a atenção às maquiagens vencidas”, ressalta a dermatologista. O uso de maquiagens fora da data de validade também pode desencadear reações alérgicas, além de aumentar a oleosidade da pele e ocasionar o aparecimento da acne. Ainda sobre makes, a médica chama a atenção para o perigo de compartilhar produtos como rímeis e pincéis – esses produtos podem atuar como vetores de fungos e bactérias, por isso é importante mantê-los sempre higienizados e evitar emprestá-los a terceiros.
Uma rotina própria de hidratação e limpeza é importantíssima para evitar a obstrução dos poros e a presença de impurezas na pele – e isso também vale para aqueles que não são adeptos das makes! O suor e a poeira também se classificam como impurezas e podem causar danos à pele se ela não for devidamente higienizada. O protetor solar também é indispensável, como afirma a dermatologista: “Por conta dos inúmeros cosméticos utilizados nessa época do ano, muitas pessoas acabam esquecendo o protetor solar, que é essencial para proteger pele e evitar manchas de queimaduras onde produtos como tintas e glitters estão concentrados”. Também é importante cuidar dos lábios, utilizando protetores e hidratantes labiais.
Dr.ª Cintia Cunha salienta que essas medidas, embora simples e bastante pontuais, podem ajudar nos cuidados com a saúde da pele e garantir um Carnaval mais tranquilo e sem preocupações. Carnaval não é desculpa para se descuidar da saúde, né? Então prepare bem a sua nécessaire e divirta-se!




Dr.ª Cintia Cunha é dermatologista e médica empresária na Clínica Dra. Cintia Cunha, em Uberlândia. Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e especializada em Dermatologia pelo ISMD/Fhemig, em Belo Horizonte. A paixão pela profissão veio logo cedo: filha de profissionais da área da saúde, ela cresceu assistindo aos pais cuidarem das pessoas e, assim, escolheu o que queria fazer pelo resto de sua vida. Dr.ª Cintia acredita que a autoestima é algo poderoso e procura transmitir esse pensamento a todos os seus pacientes e parceiros. Atualmente membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM), do Colégio Ibero Latino Americano de Dermatologia (CILAD) e da Associação Americana de Acne e Rosácea.​

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Cuidados com a pele no Carnaval
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial