sábado, 27 de janeiro de 2018

Como fazer um negócio em casa, ter sucesso e faturar milhões



Empresária ensina os segredos para se tornar milionário mesmo começando um negócio em casa

Já se foi o tempo em que era preciso conseguir um emprego fixo em uma grande empresa para alcançar o sucesso. Cada vez mais pessoas conquistam altos números de faturamento com um trabalho que começou em casa – e alguns nunca precisam sair dela! Segundo a empresária e palestrante Lilian Bertin, o sucesso dos negócios da atualidade está vinculado diretamente à capacidade de resolver uma dor ou gerar prazer. “As pessoas vivem hoje sempre buscando obter prazer e evitar a dor”, resume.
Segundo a empresária, a resiliência e a disciplina são as mães do sucesso de todos aqueles que conquistaram seus milhões trabalhando em casa. “Resiliência para aceitar as adversidades que certamente irão aparecer para testar seu comprometimento com seu negócio, e disciplina para que você seja firme e faça o que precisa ser feito não apenas algumas vezes, mas todos os dias de forma incessante e crescente”, explica. Lilian Bertin também alerta que trabalhar em casa exige que o empreendedor tenha um acordo com a família e, principalmente, com ele mesmo, para que se mantenha no “modo trabalho” nos horários definidos. “Trabalhar em casa tem suas vantagens e suas desvantagens, então trabalhe com uma rotina definida e cuide para ter uma agenda que deve ser seguida”.

A verdade nua e crua
Enquanto muitos sonhadores pensam apenas em realizações e pontos positivos para se iniciar um negócio, seja ele qual for, Lilian Bertin ensina que é necessário desenvolver uma mente de empresário. “É preciso ter gestão”, postula. “Se esse não é seu ponto forte, procure alguém para ajudar ou busque aprender”, conta, destacando que existem diversas instituições com informações gratuitas e acessíveis. “Quem não se profissionaliza administrativamente acaba pagando o preço da ignorância”, alerta. “Qualquer que seja sua pretensão de ganhos, para se ter um negócio de sucesso, tanto em casa quanto fora dela, é necessário ter lucro”, explica, sabendo que essa informação óbvia passa despercebida por muitos empreendedores de primeira viagem. “Portanto, se você não tem seus números na ponta do lápis, sugiro que se informe como fazê-los para não ter surpresa: lucro não é o que entra de dinheiro, é o que sobra depois de pagar todas as despesas, e lembre-se que vai ser necessário reinvestir boa parte dele”, completa.
O valor do investimento inicial de um negócio criado em casa por variar de muito pouco ao infinito. Alguém que deseja fazer artesanato com produtos recicláveis pode conseguir iniciar o negócio gastando algumas moedas do bolso, enquanto que criar uma startup pode exigir até mesmo algumas centenas de milhares de reais. “Não importa o valor que você pretende investir, a partir do momento que tomar essa decisão, lembre-se de que esse valor não é mais seu”, alerta, destacando que o criador da empresa terá direito a utilizar apenas alguma parte do lucro”.

O “caminho das pedras”
Questionada sobre que negócio pode ser criado e quais os primeiros passos, Lilian conta o que pode ser feito. Para escolher um bom negócio, é possível chegar à conclusão de algo que poderia ajudar as pessoas que estão ao redor. “Como você pode fazer para suprir a necessidade do que falta?”. Em seguida, ela destaca a importância de refletir sobre a responsabilidade de ter a própria empresa, e realizar um bom planejamento. “O planejamento do que vai ser necessário é fundamental”. Por isso, é importante saber quanto custa, quais as implicações legais do novo negócio, e as exigências que devem ser atendidas. “Procure um órgão da Prefeitura, o SEBRAE ou entidades de classe para se informar sobre todas as possibilidades”.
Por fim, Lilian indica a importância de começar com um capital que não comprometa a subsistência. “Se você se sentir seguro para pequenas dívidas, procure linhas baratas de financiamento”, cogita. O mais importante, depois de tudo isso, é colocar toda a energia em atender bem e fazer a coisa acontecer. “Não importa o seu tamanho, faça o melhor que puder, dê show no seu atendimento”.

O segredo para “chegar lá”
Segundo a empresária, que tem mais de 25 anos de experiência no empreendedorismo, conta que o segredo para alcançar a felicidade como empreendedor é ser feliz durante a trajetória em vez de depositar a expectativa de felicidade somente após alguma conquista. “Independentemente do seu objetivo, essa escalada não deve ser à custas da sua saúde ou da sua família. Jamais vi um rico empresário comprar esses bens maiores de volta”. O segredo é manter o equilíbrio entre os vários pilares importantes da vida. “Quando você ‘chegar lá’, vai ter inúmeros motivos e entes queridos para comemorar com você”, conclui.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Como fazer um negócio em casa, ter sucesso e faturar milhões
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial