segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Os idosos são os mais atingidos pela perda auditiva

A maioria dos casos de surdez aparece em idosos, devido à degeneração das células sensoriais da audição ou do nervo auditivo, mas a surdez também pode aparecer na infância. É muito importante cuidar da saúde auditiva, apesar de, muitas vezes, ninguém se preocupar tanto com estes cuidados.
Nas crianças, a perda auditiva pode acontecer em casos graves de otite, inflamação no ouvido médio (pequeno espaço cheio de ar atrás do tímpano). Em qualquer momento da vida, ao se perceber qualquer tipo de perda auditiva, um médico deverá ser consultado.
De acordo com o otorrinolaringologista do Hospital Santa Clara, Dr. Augusto César Borges, a intensidade dos sons e o tempo de exposição aos ruídos é algo que interfere na perda auditiva. “Se ouvir sons muito altos por mais de uma hora, por exemplo, poderão ocorrer lesões. Vale lembrar que em algumas famílias o risco de perda auditiva é maior”, afirma o otorrino.
Para manter os ouvidos saudáveis é preciso evitar a introdução de qualquer tipo de objeto (como chaves e palitos). Para tratamentos de gripes e otites, nunca use soluções caseiras, sempre consulte seu médico. Bebês têm a audição mais aguçada, então, evite barulhos e diminua o volume dos brinquedos. 
“É importante saber que o tratamento precoce é fundamental. Se tiver um zumbido constante ou se ouve as pessoas, mas não entende o que dizem, procure um especialista”, finaliza o Dr. Augusto César.


Compartilhar

Postagens Relacionadas

Os idosos são os mais atingidos pela perda auditiva
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial