quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Festival Timbre está batendo na porta; descubra porque você não pode perdê-lo

Se programe para o maior festival de música independente da região que traz atrações inéditas 
O público já está em contagem regressiva para se divertir com a 4ª edição do Festival Timbre – por dentro somos iguais – que acontece dia 6 e 7 de outubro em Uberlândia. Quem ainda não comprou os ingressos, é melhor correr, mas ainda é possível adquiri-los nas lojas Fox Club, Lol Café (na UFU) ou pelo site Sympla. Na sexta-feira (6), a partir das 19h30, um dos maiores festivais de música independente do Triângulo Mineiro, recebe no espaço interno Teatro Municipal o músico Silva cantando Marisa Monte, show este que está sendo aclamado pela crítica musical e definido como “o feliz ponto alto da carreira do cantor capixaba”.
Ainda para quem ama MPB, a dica é se deixar encantar pela doce voz de Ana Muller. A jovem, também capixaba, tem mais de seis milhões de views no YouTube, apenas com canções autorais e violão, e além disso faz parte do Garimpo, um selo musical sob a tutoria do site Brasileiríssimos, responsável pela divulgação e lançamento de novos talentos nacionais.
Já representando a MPB local, o músico araguarino André Salomão chega suavemente para somar a programação com suas canções “Rica vida simples” e “Oferta” que foram premiadas com o terceiro lugar geral do Festival de Música de Barbacena em 2016 e 2017.
Quando a entrada estiver liberada no sábado (7), a partir das 16h, um Line-Up repleto de shows inéditos será apreciado pelo público, com 11 bandas que entrarão em cena se apresentando na esplanada do Teatro Municipal, onde será montado dois palcos no espaço, com shows acontecendo simultaneamente.
Shows inéditos
Pisando pela primeira vez em Uberlândia, a banda Scalene não vê a hora de tocar os primeiros acordes em terras uberlandenses. “É a nossa primeira vez na cidade, num dos maiores festivais da região, com muita banda massa e estamos muito animados”, afirmou o guitarrista Tomás Bertoni. Na bagagem recente, a banda acumula um show inédito no Rock in Rio deste ano, onde se apresentaram no “palco mundo”, com boa aceitação do público, além de estar entre os nomes mais elogiados do rock nacional da atualidade.
Partindo para o hip-hop de Rael, que vai se misturar no palco com o rap de Emicida e o agudos de Tulipa Ruiz, os fãs já estão ensandecidos. Não adianta procurar nada no Youtube e nem no Spotify, porque vestígios desse encontro musical não serão encontrados. Palhinha nas redes sociais dos cantores? Sem chances. Para o Festival Timbre, eles preparam um show inédito, com os três cantando no mesmo palco pela primeira vez.
Ainda no rap, mas agora com a pegada carioca, chega o 3030, pegando um pouco de rap e uma pitada de bossa nova e forró. O resultado foi a junção dos MCs LK e Rod ao cantor Bruno Chelles e ao DJ Rafik, na intenção de inovar o cenário musical nacional. O grupo está se preparando para divulgar o novo álbum de estúdio, intitulado “Alquimia”, que não possui ainda data de lançamento. Os cariocas  lançaram recentemente o vídeo acústico com a faixa inédita do trabalho, “Deixa Levar”, e esse trabalho não dá pra perder.
Para quem não dispensa uma música eletrônica, no dia 7, na esplanada do Teatro, em parceria com o Clube Belgrano, um palco eletrônico fará a festa dos fãs desse som. Lembrando, como nas outras edições, a tradicional feira gastronômica e a feira mix, com expositores locais, também estão garantidos. 

É verdade que vai ter atração internacional no Festival Timbre? Sim!
Cheia de brilho por onde passa, com uma história linda e já contada no Caldeirão do Huck, o Festival Timbre, traz também em seu diversificado Line-Up da quarta edição, a cantora londrina Jesuton. Ela ganhou destaque na internet através de vários vídeos anônimos de pessoas impactadas por suas performances pelas ruas do Rio de Janeiro. Neste ano, lança seu primeiro álbum autoral, que tem produção assinada pelo reverenciado Mario Caldato Jr. e revela uma compositora com sensibilidade para nos levar em uma jornada de idas e voltas.

E também vai ter Arte na Praça? Vai sim, senhor!
No domingo (8), o tradicional Arte na Praça promete fechar o evento com chave de ouro. A proposta desse ano é abordar o empoderamento feminino através da arte. Com artistas mulheres e LGBT, a programação promete trazer uma reflexão importante para os atuais debates dentro da nossa sociedade.
Por isso, o furacão da Banda Uó promete fazer esse “Arte na Praça” ser inesquecível. Recentemente, Mateus Carrilho, um dos integrantes da banda, estourou, mais uma vez, nas paradas de sucesso ao lançar o feat “Corpo Sensual” com Pablo Vittar. A faixa foi a quinta mais tocada no Spotify.  
Outras três maravilhosas mulheres que prometem deixar sua marca no Arte são as cantoras Daniela Borela (Uberlândia), Lizandra (Patos de Minas) e a banda Dolores 602 (Belo Horizonte). As atrações se apresentarão em shows abertos ao público, a partir das 13h, na praça Tubal Vilela, Centro.

Programação do Festival Timbre começa na quarta-feira (4)
O show Enzo Banzo (Porcas Borboletas) - Lançamento Canção Escondida em Uberlândia, com participação de Clara Averbuck, integra a programação do Festival Timbre. O show, que será gratuito, acontece na quarta-feira (4), a partir das 20h30, no espaço interno do Teatro Municipal, com entrada gratuita. Na quinta-feira (5), o Festival vai para rua novamente, com o “Granja na Rua” em parceria com a Granja Marileusa. As bandas Baleia (Rio de Janeiro), Sick (Uberlândia) e Dom Capaz (Uberlândia) se apresentam no Espaço Ciranda, na avenida Floriano Peixoto - 5.505, a partir das 19h, também aberto ao público.

Confira a programação completa
Dia 04/10 // 20h30 // Quarta-feira // Teatro Municipal (interno)
Enzo Banzo - Lançamento CD "Canção Escondida" part. especial Clara Averbuck
(Entrada gratuita)
Dia 05/10 // 19h // Quinta-feira // Granja Marileusa
Baleia (RJ), Dom capaz (MG), Sick (MG)
(Entrada Gratuita)
Dia 06/10 // 19h30 // Sexta-feira // Teatro Municipal (interno)
Silva canta Marisa Monte (SP), Ana Muller (ES), André Salomão (MG)
(Ingressos limitados)
Dia 07/10 // 16h // Sábado // Esplanada Teatro Municipal
Rael convida Emicida e Tulipa Ruiz (SP), 3030 (RJ), Scalene (DF), Jesuton (UK)
Bandas locais: Don Dillinger (MG) convida Gabriel Thomaz (RJ), Project Black Pantera (MG), UdiSchool (MG), Lava Divers (MG), Canábicos (MG), Light Strucks (MG), Cachalote Fuzz (MG)
 (Ingressos limitados)
Dia O8/1O // 13h // Domingo // Arte na Praça
Banda UÓ (GO), Dolores 602 (MG), Daniela Borela (MG), Lizandra (MG)
(Entrada gratuita)

Serviços
O que: 4ª edição Festival Timbre
Quando: 6 e 7 de outubro
Onde: Teatro Municipal (avenida Rondon Pacheco, nº 7070, Tibery)

Classificação: livre
Dia 06/10 – Sexta-feira - 19h30 - Espaço interno do Teatro Municipal
- 0 a 13 anos acompanhados dos pais;
- A partir de 14 anos desacompanhados.
Dia 07/10 - Sábado - 16h - Esplanada Teatro Municipal
- 0 a 11 anos acompanhados dos pais;
- De 12 a 15 acompanhados com tios, avós ou irmão;
- A partir de 16 desacompanhados’;
- Até 10 anos de idade não paga ingresso.

Ingressos
Fox Club: Center Shopping, Uberlândia Shopping, Terminal Central
Lol Café (Bloco 3Q | UFU Santa Mônica)
Online em até 10x (Boleto ou Cartão): www.sympla.com.br/festivaltimbre

Facebook: Timbre Cultural // Instagram: @festivaltimbre

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Festival Timbre está batendo na porta; descubra porque você não pode perdê-lo
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial