sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Pacientes de cirurgia bariátrica apontam sérios problemas bucais



Brasil é o segundo país do mundo em número de realizações do procedimento e brasileiros operados sofrem com enfraquecimento dos dentes, mineração do esmalte e aumento significativo de cáries

O Brasil é considerado o segundo país do mundo em número de cirurgias bariátricas, de acordo com a SBCBM – Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica. Para a Organização Mundial da Saúde, a obesidade é um dos maiores problemas da saúde pública no mundo e a projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso e mais de 700 milhões obesos. Com esses dados alarmantes, um ponto pouco abordado no pós-cirúrgico são os efeitos negativos que o procedimento oferece para a saúde bucal como enfraquecimento dos dentes, mineração do esmalte e aumento significativo de cáries.
            Com um número de cirurgias bariátricas crescendo cerca 7,5% ao ano, como demonstra uma comparação entre os anos de 2015 e 2016 da SBCBM, é preciso alertar os pacientes sobre os cuidados odontológicos necessários após o procedimento. Os efeitos vão além da redução da ingestão de alimentos e comprometem a absorção de vitaminas pelo organismo, um dos motivos para o enfraquecimento dos dentes, mudança da acidez da região estomacal, que afeta a boca e aumenta a sensação de secura, além de uma rotina diferente de alimentação que exige cuidados especiais com o aumento de cáries.
            De acordo com Dr. Sidnei Goldmann, profissional com mais de 20 anos de carreira, graduado em estética bucal e especialista em implantes dentários, o número de pacientes operados com problemas bucais tem crescido muito. “O aparecimento de cáries em adultos não é comum, mas pacientes bariátricos registram números alarmantes do problema após a cirurgia. Muitas vezes eles chegam ao consultório com mais de 5 cáries de uma vez e não sabem como isso aconteceu. É realmente necessário alertar a população de que cirurgias agressivas afetam todo o organismo e, principalmente nessa, a saúde bucal fica comprometida”, explica Dr. Goldmann.

Dicas de cuidados bucais pós-cirurgia
•    É necessário reaprender a mastigar e triturar os alimentos devido à nova condição estomacal, muito reduzida. A boa dentição é um dos pontos mais importantes para uma boa mastigação, principalmente de alimentos mais consistentes.
•    Aqueles que apresentam falta parcial de dentes deverão buscar a reabilitação para a efetiva mastigação. Implantes dentários são ideais para esse caso.
•  Pela necessidade de refeições com maior frequência e mais prolongadas, pacientes operados apresentam maior risco de cáries. Os dentes precisam estar em ordem, pois serão utilizados de maneira mais efetiva. A visita regular ao dentista é essencial.
•    Usuários de prótese total, devido ao emagrecimento, deverão fazer reajustes. A prótese tende a folgar e dificultar a mastigação.
•    Criar o hábito de consultar o dentista regularmente, pelo menos duas vezes ao ano é imprescindível.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Pacientes de cirurgia bariátrica apontam sérios problemas bucais
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial