terça-feira, 19 de setembro de 2017

Festival do Café acontece em Monte Carmelo



 O Festival do Café busca inspiração na história do café para resgatar e valorizar a diversidade cultural e trazer o universo ao conhecimento do público.
Com o objetivo de tirar do "Movimento Terceira Onda" das páginas do Jornal Expresso do Cerrado e trazer para as pessoas vivenciá-las e ir além, experimentando os cafés gourmets e demais produtos oferecidos pelo café.
O Festival foi idealizado pela jornalista Miriam Gonçalves e ocorrerá durante as celebrações pelo aniversário de Monte Carmelo e do Jornal Expresso do Cerrado, do dia 04 à 07 de outubro.
Nesse período, o cheirinho e os sabores da bebida predileta do brasileiro vão invadir Monte Carmelo, na 1ª edição do Festival do Café. Além da degustação de vários tipos de café, o festival contará com várias atrações culturais e gastronômicas no espaço Cultural da cidade. Vale a pena ressaltar, que esse projeto tem contrapartida social, os organizadores criaram uma agenda com curso de grãos de café que irá capacitar cerca de 24 pessoas, além de workshop e palestras.
Um vôo de balão pelos cafezais do Cerrado Mineiro, será sorteado através da promoção Nas Alturas com o Expresso. E agricultores terão palestras pelo Circuito Mineiro de Cafeicultura realizado em parceria com a Emater. 

História do Café
"A trajetória do café, que é uma planta originária do continente africano, levado para a Arábia e posteriormente para o Egito, Turquia. Tendo sido no século XVII, introduzido na Itália e na Inglaterra. O café era consumido por diversas classes sociais, inclusive por intelectuais. Logo depois passou a ser consumido em vários outros países europeus, chegando à França, Alemanha, Suíça, Dinamarca e Holan­da. Seguindo sua marcha de expansão pelo mundo, o café chegou às Américas e nos Estados Unidos. Foram os holandeses que disseminaram o café pelo mundo. Inicialmente transformaram suas colônias nas Índias Orientais em grandes plantações de café e junto com franceses e portugueses transportaram o café para a América. Na Guiana Holandesa (hoje Suriname), foram introduzidas mudas do Jardim Botânico de Amsterdã. O Sargento Francisco de Mello Palheta transportou para o Brasil, para a cidade de Belém (Pará) em 1727, algumas sementes e plantas ainda pequenas. No Brasil, o desenvolvimento do café confunde-se com a própria história do País devido a sua grande importância econômica e social. Desta maneira, vemos essa história como grande fonte geradora e condutora de cultura, sendo o enredo perfeito para a multiplicidade cultural do projeto."
 Serviço:
Horário de Funcionamento:
quarta(4)
Abertura oficial e divulgação do resultado da promoção “Nas alturas com o Expresso”
quinta(5) e sexta(6)
Cafeteria: 17h às 21hrs
Food Truck: 18h às 23hrs
Sábado (7):
Võo de Balão: 06h30
Brunch: 09hrs

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Festival do Café acontece em Monte Carmelo
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial