sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Uberlândia ganha novo bairro no setor leste



Batizado de Portal do Vale, o bairro será desenvolvido em uma área com mais de 5 milhões de m², pista de caminhada, infraestrutura e parque ambiental

De São Pedro de Uberabinha à 2ª maior cidade do interior do Brasil. Uberlândia, com quase 700 mil habitantes, está entre as mais pujantes do país, atraindo investidores e crescido de forma ordenada nas quatro regiões. Por esse motivo, se encontra na lista das 100 melhores cidades brasileiras para investir em imóveis, segundo um estudo desenvolvido recentemente pela consultoria Prospecta Inteligência Imobiliária, em que aparece em 14º lugar. Por também apresentar potencial para novos empreendimentos, no segundo semestre desse ano, a cidade ganhará mais um bairro na zona leste: o Portal do Vale, implementado pela WV Empreendimentos, proprietária da área que está à frente do desenvolvimento e realização do bairro.
            A WV Empreendimentos faz parte de um grupo empresarial que tradicionalmente opera há 40 anos no segmento de fabricação de embalagens de plástico e no setor agropecuário, e vêm atuando por mais de quatro anos no mercado imobiliário e se consolidando na implantação de loteamentos planejados sempre com projetos que reúnem infraestrutura, urbanismo de qualidade e consciência ambiental. A empreendedora entregou o primeiro empreendimento da marca em tempo recorde, e toda infraestrutura como pavimentação, iluminação, água, rede de esgoto, pluvial e lazer entregue antes do período prometido. Umas das características da WV é que todos os compradores adquirem os lotes já legalizados, com a documentação em dia e regularizada.
            Embasada pela dimensão do projeto, a WV Empreendimentos acredita que a demanda da região deverá orientar a ocupação e desenvolvimento do bairro, mas que tende a atrair o público pertencente às classes A e, principalmente, B e C.
            “Uberlândia tem uma pujança e um potencial de desenvolvimento econômico acima da média, comparado com as cidades deste tamanho. A população procura produtos de qualidade e há alto potencial de oportunidades. Atuamos em 10 cidades e Uberlândia é uma que sempre nos surpreende positivamente”, comenta Fabio Valle, diretor-executivo da V7 Brasil, empresa responsável pelo planejamento e gestão comercial do Portal do Vale.
 Para ele, a região é um dos principais vetores de desenvolvimento de Uberlândia. “É uma área em franco crescimento, com fácil acesso, muito bem servida de comércio e serviços”, avalia o especialista, que tem 25 anos de experiência no mercado imobiliário.

Portal do Vale  
            O bairro Portal do Vale com área de aproximadamente 5 milhões m², contemplará ao longo dos próximos anos novos loteamentos, todos com vista para a paisagem natural e um lindo vale, este o qual deu origem ao nome do bairro, que terá capacidade para comportar aproximadamente 40 mil moradores, que se beneficiarão de um projeto planejado de forma inteligente para atender as expectativas e necessidades de seus moradores. Com extensa área verde, a WV aproveitará para implantar um parque ecológico a fim de assegurar a proteção ambiental, promover lazer e ofertar um espaço para a atividade física. Neste ambiente, haverá uma pista para caminhada com 4,5 km.
Localizado a seis minutos do Center Shopping, um dos pontos mais positivos do novo bairro é a facilidade de acesso por uma das vias mais importantes da cidade que é a avenida Anselmo Alves dos Santos, cuja ligação no anel viário leste, viabilizará o acesso ao Portal do Vale, bem como para quem chega de Patos de Minas, Patrocínio, Romaria, Monte Carmelo e Norte de Minas. O bairro é próximo a importantes vias da cidade como as avenidas Dr. Vicente Salles Guimarães, Rondon Pacheco e Segismundo Pereira e fica próximo a hotéis, ao Parque do Sabiá, ao lado do Praça Uberlândia Shopping, de hipermercado e de centros comerciais.
            O loteamento Seleção, segundo empreendimento do bairro, com área total de 100,952,38 m² está sendo construído em uma das áreas consideradas vetor de crescimento do município e com grande potencial de valorização. Este loteamento terá 240 terrenos, com áreas a partir de 260 m², cada. Assim como em todos os loteamentos, o empreendimento será entregue com toda a infraestrutura de um bairro completo. Depois de entregar o Loteamento Portal do Vale Seleção, o próximo investimento da incorporadora no Bairro Portal do Vale será o loteamento Nascente do Vale.
 Segundo o empresário, diretor da WV Empreendimentos, Rodrigo Segantini do Nascimento, em curto prazo, o setor leste será um dos que mais se desenvolverá. “Atualmente, a WV está com outros projetos no entorno do Loteamento Seleção, sem falar na ampliação da Avenida Anselmo Alves dos Santos, obra que deve iniciar nos próximos meses, por meio de parceria pública privada. O bairro Portal do Vale será todo planejado, estruturado para atender a um grande número de pessoas que virão morar na região”, conta Rodrigo.

Tendência de mercado 
            Para tornar as loteadoras ainda mais fortes, ajudar nesse processo de crescimento da cidade, e facilitar os trâmites, a Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento Urbano do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Aelo-TAP) conseguiu ao longo de seu trabalho atuar de forma mais precisa em relação às questões legislativas, ao fomento desse mercado, à forma correta de atuação junto a todos os órgãos envolvidos, como Prefeitura, Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) e o Ministério Público.
            De acordo com o presidente da Aelo-TAP, José Eduardo Ferreira, a tendência é cada vez mais investir em empreendimentos híbridos. “Não se consegue mais fazer um loteamento ou bairro apenas para um padrão, para uma classe em um determinado lugar. É preciso ter espaço para classes de A a D, assim como centros comerciais. Se a cidade não se desenvolver dessa maneira, acaba assumindo problemas das grandes metrópoles, onde as pessoas não conseguem se transportar com qualidade, gerando estresse e menos qualidade de vida”, explica José Eduardo Ferreira.
            A professora do Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e doutora em planejamento e transporte urbano, Denise Labrea Ferreira, concorda com José Eduardo. Segundo ela, os empreendedores são partes desse processo e pode inovar, a exemplo do projeto Granja Marileusa. “Em 2006 foi sugerido um conceito compacto, com poli núcleos, com moradia, lazer, trabalho e qualidade de vida na região para que não gere deslocamento. As empreendedoras precisam apresentar projetos ousados, com um novo conceito, e Uberlândia tem a oportunidade para servir como modelo nesse sentido, servindo a todo tipo de classe. No Conselho de Desenvolvimento Econômico de Uberlândia 2100 (Coden Uberlândia 2100), estamos pensando Uberlândia para 2100 e temos debatido muito sobre bairros planejados, com integração modal urbana”, enfatiza a doutora. 
            Nessa tarefa de bairros planejados, o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Sinduscon-TAP), Pedro Spina, acredita num trabalho conjunto. “Assim como a zona sul, a leste também se desenvolve, devido à infraestrutura que os empreendimentos da região oferecem. É preciso haver cooperação do poder público para que o privado possa investir e ajudar no processo híbrido. Depois é um efeito dominó. Assim que o bairro vai se povoando, a tendência é surgirem novos investimentos, como a instalação de comércio, serviços e outros empreendimentos que agregam valor aquela determinada região”, afirma Pedro Spina.
            O presidente da Aelo-TAP, José Eduardo Ferreira disse que existem uma gama de pessoas estudando a cidade, se reunindo para avançar. “Defendemos o modelo híbrido junto ao Plano Diretor de Uberlândia e dentro da Aelo-TAP criamos uma comissão de discussão sobre o Plano Diretor. Um dos pontos principais desse Plano é descentralizar, criando as smart cities, que são pequenos centros ou núcleos nos bairros. Temos defendido essa ideia e os loteadores têm se atentado para esse nicho de negócio.”
            Rodrigo Segantini afirma que a WV trabalha para ajudar a impulsionar o crescimento da cidade, em especial na zona leste. “Queremos contribuir com o avanço usando nosso negócio, loteando e, consequentemente, oferecendo empregos diretos e indiretos. Nosso intuito é ser representativo no que tange obras de interesse social”.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Uberlândia ganha novo bairro no setor leste
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial