quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Hospital Santa Genoveva conscientiza sobre o Dia Nacional de Combate ao Fumo

Dia 29 de agosto é uma data importante para falar sobre um assunto que está em quase todas as rodas de conversa: o cigarro. Milhões de pessoas morrem todos os anos de doenças relacionadas ao cigarro. O Dia Nacional de Combate ao Fumo serve para conscientizar sobre os malefícios causados pelo tabagismo, uma campanha que faz parte da rotina do Hospital Santa Genoveva.
O cigarro contém mais de 4 mil substâncias químicas, das quais 43 são cancerígenas e, por meio delas, aumentam o risco de câncer de pulmão, boca, garganta, pâncreas, bexiga, rins, ossos e vários outros. O cigarro é responsável por pelo menos 40% de todas elas. Segundo dados do INCA – Instituto Nacional de Câncer, o uso do cigarro causa, em média, 50 doenças diferentes e aproximadamente 200 mil mortes por ano no Brasil, o equivalente a 23 pessoas por hora.
Segundo o Oncologista Clínico do Hospital Santa Genoveva, Rodolfo Gadia, as pessoas que fumam têm 10 vezes maior chance de desenvolver um câncer quando comparadas às não-fumantes. “O tabagismo é responsável por 90% das mortes causadas pelo câncer de pulmão e 85% das mortes por câncer de cabeça e pescoço. Estes dois tumores são os mais comuns nos fumantes”, afirma. Para ele, o risco de desenvolver a doença depois de ter parado de fumar é determinado parcialmente pela genética. “Há uma sensibilidade individual para ter maiores danos causados pelo tabagismo, portanto, o ideal é nunca ter fumado ou parar o mais breve possível”, disse.
Gadia garante que sempre é tempo de abandonar o hábito de fumar. “Após para de fumar, em 30 minutos a pressão arterial se regulariza, em 8 horas os níveis de monóxido de carbono se tornam mínimos na corrente sanguínea, em 24 horas os brônquios começam a funcionar melhor para a limpeza do órgão, em até três meses a função respiratória se recupera pela metade e a circulação sanguínea melhora consideravelmente, em um ano os riscos cardiovasculares reduzem pela metade, em cinco anos o risco de derrame cerebral (AVC) se iguala ao não fumante e em 15, os riscos para desenvolvimento de cânceres podem se tornar muito semelhantes aos dos não fumantes”, garante.

Sintomas
Existem mais de 200 tipos diferentes de câncer que podem desenvolver em qualquer órgão do corpo. Porém, existem alguns sintomas que são comuns e devem servir de alerta para as pessoas, como: perda de peso de 10% ou mais do peso inicial sem estar fazendo dieta ou atividade física, cansaço recorrente mesmo após pequenas tarefas, dores persistentes em determinadas regiões que não passam com medicações comuns, febre que se repete diariamente, alteração nas fezes como sangramentos, diarréia crônica ou barriga inchada, náusea e vômito, dor ao urinar, manchas na pele, caroços ou inchaço das ínguas, rouquidão por período prolongado ou tosse com sangue. Nessas situações, é sempre importante procurar o médico para avaliação mais detalhada dos sintomas.

Tratamentos
Os principais tratamentos realizados são: cirurgia com parâmetros oncológicos, radioterapia, quimioterapia e as terapias alvo, como hormonioterapia, anticorpos monoclonais e inibidores enzimáticos, além da imunoterapia e terapias complementares e paliativas.
Já o sucesso do tratamento para deixar de fumar depende do esforço em conjunto do paciente e da equipe multidisciplinar de saúde. As principais terapias farmacológicas são a reposição de nicotina, ansiolíticos e antidepressivos. Sozinhos, eles não têm a mesma eficácia quando associados com aconselhamento dos pacientes e familiares, terapia cognitivo comportamental e grupos de auto-ajuda, ioga, meditação, acupuntura, etc. Geralmente, são acompanhados por clínicos gerais, pneumologistas, psiquiatras e oncologistas.

O Hospital

O diferencial do serviço de oncologia do Hospital Santa Genoveva é a estrutura hospitalar agregada que dá suporte integral ao paciente com câncer em nível de internação, atendimento de urgência no pronto-socorro e conta com moderno centro cirúrgico, sala de procedimentos invasivos guiados por imagens, além de unidade de terapia intensiva.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Hospital Santa Genoveva conscientiza sobre o Dia Nacional de Combate ao Fumo
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial