terça-feira, 4 de julho de 2017

Modelo em sustentabilidade: saiba como a maior urbanizadora do Brasil alcançou esse status

Em Uberlândia (MG), Alphaville Urbanismo está construindo seu segundo residencial. Conheça detalhes desse processo. 

Infraestrutura altamente qualificada, preservação ambiental e ainda comprometimento com a sociedade. Falando assim pode até parecer simples, mas esse tripé é uma fórmula de sucesso construída pela Alphaville Urbanismo ao longo de 40 anos de história e que a elevou à categoria de modelo quando o assunto é urbanização e sustentabilidade.
Com mais de 76 milhões de metros quadrados urbanizados em todo território brasileiro, onde chega, a marca implanta muito mais do que almejados condomínios de alto padrão. Entenda um pouco desse processo que está acontecendo em Uberlândia, no interior de Minas Gerais, onde Alphaville está construindo seu segundo residencial.

Índice de área verde/habitante acima do recomendado pela OMS
Segundo explica a Diretora de Produto e Marketing da empresa, Katia Oliveira, quando a Alphaville Urbanismo escolhe um território para implantar um de seus empreendimentos, a primeira coisa que faz é estudar a fundo a paisagem natural da localidade.
O levantamento e catalogação das espécies de vegetação e animais presentes na área é de extrema importância para o consequente planejamento das áreas verdes do residencial, assim como entender as condições do solo em que vai ser construído, a proximidade de nascentes de rios, entre outros. Dessa maneira, a fauna e a flora locais são preservadas e passam também a compor o paisagismo do empreendimento, principalmente, por serem espécies já adaptadas ao ambiente.
“Em todos os nossos empreendimentos, oferecemos uma grande cobertura de área verde e contato com a natureza para os moradores, tanto que com frequência superamos o índice de área verde por habitante recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Nossa meta é refletir nas áreas verdes dos empreendimentos a paisagem natural da região, por vezes transformando uma área praticamente desprovida de vegetação significativa em uma bela paisagem”, diz Katia Oliveira.
Desse modo, um estudo completo sobre o terreno é realizado antes da limpeza da área para início de qualquer obra. Alterações como aclive/declive, qualidade do solo, proximidade com nascentes também são estudados. “Somente depois dessa análise completa é que começa a surgir o desenho do residencial, com indicações dos melhores locais para a portaria, áreas verdes, para a construção das casas e os espaços de lazer. E desde o primeiro esboço do projeto, são destinadas áreas para reflorestamento e preservação, como as cabeceiras de nascente e beira de córregos, que preveem também bordas de áreas verdes e praças que aliam programas de lazer e preservação ambiental. Além disso, todos os projetos da Alphaville Urbanismo apresentam altas taxas de permeabilidade, o que é muito importante para reabastecimento dos lençóis freáticos e corpos hídricos da região”, conta Katia Oliveira.
Em relação à técnicas e materiais construtivos para as obras, a Alphaville Urbanismo prioriza produtos e processos que também agregam valor de sustentabilidade. “Sempre buscamos trabalhar com materiais que vão oferecer a melhor qualidade para os moradores assim como causar pouco impacto para o meio ambiente. Esses são alguns caminhos que percorremos em todos os projetos dos nossos residenciais para que não só os moradores se beneficiem mas também toda a região onde o empreendimento está inserido”, completa Katia.
O segundo residencial que a Alphaville Urbanismo está construindo em Uberlândia terá lotes a partir de 450 m². Para mais informações, interessados podem procurar o stand de vendas da marca na Av. Floriano Peixoto, 5605 - Granja Marileusa, de 9h às 18h, ou acessar www.alphaville.com.br

Fundação Alphaville busca soluções de desenvolvimento junto às comunidades
Enquanto isso, um profundo diagnóstico social é realizado pela Fundação Alphaville, OSCIP que atua em parceria com a urbanizadora para promover o desenvolvimento comunitário das áreas de influência dos empreendimentos da empresa. Com mais de 210 projetos implantados, que já beneficiaram mais de 400 mil pessoas em todo o país, a organização promove o desenvolvimento socioterritorial por meio da escuta e do diálogo com os moradores locais.
Com a metodologia Convivência que Constrói, a Fundação Alphaville atua a partir de uma análise profunda do cenário local, realizando projetos de acordo com as vocações dos moradores e os auxiliando a transformar seus principais sonhos em soluções de desenvolvimento.
Assim, a Fundação constrói seus projetos junto com as comunidades, trabalhando para formar um grupo integrado que, em conjunto, possa crescer e alcançar seus objetivos e independência ao longo do tempo. 

Em Uberlândia, por exemplo, a Fundação vem realizando um importante e já reconhecido trabalho junto às Associações de Catadores de Materiais Recicláveis da cidade, com aumento de renda para as famílias e crescente conscientização da sociedade. “Como a construção dos projetos é feita em conjunto com os moradores locais, o engajamento dos participantes é grande, contribuindo para o sucesso e concretização dos objetivos. A convivência entre os envolvidos é fundamental durante todo o processo”, assinala Fernanda Toledo, gerente de sustentabilidade da Fundação Alphaville. 

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Modelo em sustentabilidade: saiba como a maior urbanizadora do Brasil alcançou esse status
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial