quarta-feira, 19 de julho de 2017

Falta de cuidados com a pele no inverno pode causar doenças graves

Saiba como se livrar desses problemas, mesmo com as baixas temperaturas 

Inverno é tempo de tirar a blusa de frio do guarda-roupa, beber líquidos quentes, se aquecer debaixo do cobertor e, ao contrário do que muitos imaginam, aumentar os cuidados com a pele. Com a redução da umidade do ar e a queda da temperatura durante a estação, a transpiração corporal também diminui, e a pele do rosto e do corpo fica ainda mais sujeita ao ressecamento.
Durante o inverno, alguns hábitos comuns podem ser suficientes para provocar uma série de problemas para a saúde, como explica a médica dermatologista, Ana Luísa Moura. “Um banho quente e prolongado pode causar a remoção intensa da oleosidade natural, diminuindo a proteção que garante a umidade da pele. Além disso, o clima frio e seco pode deixá-la com aspecto esbranquiçado, o que é um sinal de desnaturação das proteínas”, afirma.
Nessa época, também aumenta a incidência de algumas doenças de pele, causadas pelo ressecamento da mesma. "Patologias como dermatite atópica, dermatite seborréica (popularmente conhecida como caspa) e psoríase se tornam mais prevalentes e graves no inverno, tanto pela perda de água pela pele quanto pela tentativa de defesa de nosso corpo em produzir mais óleo", explica a médica.
De acordo com a Dra. Ana Luísa, uma hidratação profunda aliada a uma alimentação saudável, rica em vitaminas e antioxidantes, pode trazer inúmeros benefícios em longo prazo.

Hidratação + alimentação saudável

“Um grande erro no inverno é diminuir a ingestão de água, importante para manter a hidratação da pele e do organismo que fica debilitado por causa do clima frio. Um corpo hidratado apresenta pele macia e elástica. É importante também comer legumes, hortaliças e frutas, que são fontes de vitaminas e minerais que neutralizam os radicais livres e previnem o envelhecimento da pele”, orienta.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Falta de cuidados com a pele no inverno pode causar doenças graves
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial