quarta-feira, 28 de junho de 2017

Consultora de moda ensina a combinar peças masculinas para looks bem femininos



Estilos boyish e Gender-Bender estão em alta em todo mundo; veja como é fácil seguir essas tendências fashionistas
  Toda mulher pensou ou até já usou uma peça de um guarda-roupas masculino. Além de confortáveis, são bem interessantes e podem dar mais estilo na composição do look. E isso é algo que está muito em alta no mundo fashion: o Boyish (uma pegada com referências ao estilo masculino) e o Gender-Bender (movimento em que não há distinção entre os gêneros).
            O visual pode ser composto apenas por uma das peças que remetem ao vestuário masculino ou por várias delas ao mesmo tempo. O look é versátil e pode ser usado tanto casualmente como em ocasiões mais formais. A orientação da consultora de imagem e estilo, que também é produtora e jornalista de moda, Carina Alencar é: “para uma combinação casual, use tênis, sapatilhas e até mesmo sandálias rasteiras. Já para momentos mais formais, o ideal é harmonizar as peças boyish com o salto alto. Assim, o look fica menos despojado.”
            Uma boa dica para as mulheres estilosas e feshionistas que querem aderir a essas tendências é mesclar peças masculinas com itens clássicos e românticos. “Você pode usar, por exemplo, uma calça boyfriend, que é aquela mais larga, com uma blusa mais feminina, com bordado ou babado. Outra opção é escolher uma camisa oversized, que remete a esse ‘pegue emprestado do namorado’ com um shots jeans. Também é possível deixar a peça masculina apenas nos pés, com um sapato oxford, que está super em alta”, destaca Carina Alencar.
            Já para as que querem garantir a essência feminina no look boyish, o segredo são os detalhes. “Peças que marcam a cintura, mangas arregaçadas e botões abertos no colarinho dão um toque feminino e delicado ao look”, enfatiza a consultora de estilo.

Desde o século XX
            Apesar de adequação de peças masculinas para mulheres estar em alta atualmente, esse comportamento vem desde a década de 1930, quando, a atriz Marlene Dietrich apropriou-se de trajes masculinos de forma inovadora. Ela tornou o terno smoking, o trench coat, sapatos fechados e chapéus de feltro em clássicos da moda e a calça em peça habitué no guarda roupa feminino.
            Em 1966, Yves Saint Laurent criou seu primeiro smoking inspirado em Marlene Dietrich. Ele virou um clássico e o “Le Smoking” foi considerada a peça mais importante e influente do século XX.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Consultora de moda ensina a combinar peças masculinas para looks bem femininos
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial