sexta-feira, 26 de maio de 2017

Se você tem mais de 40 anos, saiba como se prevenir do glaucoma!

Todos concordam que ver o mundo de forma nítida e aproveitar o que a vida tem de melhor é sempre bom, não é mesmo? E isso inclui ter uma boa visão. Porém, muitas pessoas perdem aos poucos a capacidade de enxergar e não se dão conta disso.
O glaucoma é diagnosticado por meio de exames e não dá sinais alarmantes de sua chegada. De acordo com a Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG) afirma que 80% dos casos tem diagnóstico tardio, o que dificulta o tratamento.
 Segundo o oftalmologista do Hospital Santa Clara, André Luiz Abrão Rangel, a doença possui três fatores de risco, que devem alertar a população. “Existem fatores que podem ser considerados como alertas para os indivíduos, que podem estar mais predispostos à doença. São eles: histórico familiar da doença, pessoas da raça negra tem maior incidência e indivíduos acima dos 40 anos. Esses grupos devem ter redobrada atenção”, afirma o médico.
André explica que a doença causa lesões irreversíveis, sendo a principal causa de cegueiras. “O glaucoma é causado pelo aumento da pressão do olho, o que leva a deformações no nervo óptico. Quando o paciente chega se queixando de dores ou falta de clareza e nitidez para enxergar, isso dá indícios da doença.”

 A principal orientação do médico é o que a maior parte da população já sabe e muitas vezes não coloca em prática: a prevenção! “Não há um remédio que cure a doença ou algum sinal que indica a chegada do glaucoma. Portanto, o que é recomendado é a prevenção, feita através de exames periódicos e consultas regulares ao oftalmologista,” finaliza.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Se você tem mais de 40 anos, saiba como se prevenir do glaucoma!
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial