sexta-feira, 12 de maio de 2017

Fique atento aos alimentos e proteja as crianças da intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar, causada pela contaminação de um alimento por bactérias, é um problema que causa transtornos em qualquer idade. Entretanto, nas crianças, os sintomas costumam ser mais intensos em razão do pouco peso dos pequenos. Por causa disso, é fundamental que os pais estejam sempre atentos ao preparo da comida consumida pelos filhos.
De acordo com a pediatra do Hospital Santa Clara, Dra. Rita Cheik, teoricamente, qualquer alimento com validade vencida ou armazenado de forma errada pode causar intoxicação. “A contaminação geralmente ocorre em razão do tempo de exposição do alimento e do mal armazenamento. Por exemplo, a chance de bactérias se proliferarem em uma salada de maionese que fica exposta por mais de 3h é grande”, explica a médica.
Os sintomas clássicos dessa doença nas crianças vão do vômito frequente à diarreia, desidratação, e, em casos mais graves, febre alta. Rita alerta para que assim que a criança comece a apresentar esses sinais, os pais procurem um médico para fazer o diagnóstico e fazer as recomendações necessárias. “O vômito deve ser controlado o quanto antes. Mas existem tipos diferentes de intoxicação e os tratamentos devem ser indicados de acordo com cada caso. Alguns precisam apenas de soro via oral, outros mais graves já necessitam de antibiótico”, esclarece.

O preparo correto da comida é a principal forma de evitar que haja contaminação bacteriana. “Ao manipular os alimentos, é essencial que se lave bem as mãos e aquilo que se está preparando. A atenção deve ser redobrada com frutas, verduras e legumes e também no condicionamento desses produtos, já que nem todos devem ser colocados na geladeira ou fora dela”, aponta a pediatra.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Fique atento aos alimentos e proteja as crianças da intoxicação alimentar
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial