quinta-feira, 6 de abril de 2017

Câncer deve atingir 600 mil novos brasileiros em 2017

Mudança de hábitos é essencial para reduzir esta estimativa
No dia 8 de abril é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer. A data tem como objetivo alertar para o crescimento dos índices da doença. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), para 2017, estima-se a ocorrência de mais de 600 mil casos da doença no país.
Sem contar os casos de câncer de pele não melanoma, os tipos mais frequentes em homens serão próstata (28,6%), pulmão (8,1%), intestino (7,8%), estômago (6,0%) e cavidade oral (5,2%). Nas mulheres, os cânceres de mama (28,1%), intestino (8,6%), colo do útero (7,9%), pulmão (5,3%) e estômago (3,7%) figurarão entre os principais.
O aumento da expectativa de vida, a urbanização e a globalização são alguns dos fatores que podem explicar as altas estimativas para a doença.  “Hoje, a maioria dos tipos de câncer podem ser evitados, pois estão relacionados ao estilo de vida desregrado. A mudança do comportamento dos adultos e a disseminação de hábitos saudáveis desde os primeiros anos de vida são essenciais para que haja uma transformação de cenário”, afirma a oncologista do COT – Centro Oncológico do Triângulo, Márcia Rachel.
Os fatores de risco podem ser encontrados no ambiente físico, ser herdados ou representar hábitos ou costumes próprios de um determinado ambiente social e cultural. “O padrão alimentar, por exemplo, tem contribuído para o aparecimento do câncer. Muitos componentes da alimentação têm sido associados com o processo de desenvolvimento do câncer, principalmente câncer de mama, cólon (intestino grosso) reto, próstata, esôfago e estômago”, explica a oncologista.
Para alertar a população e incentivar a prevenção, o Inca lançou algumas orientações:

Não fume!
Essa é a regra mais importante para prevenir o câncer, principalmente os de pulmão, cavidade oral, laringe, faringe e esôfago.

Alimentação saudável protege contra o câncer.
A alimentação deve ser variada, equilibrada, saborosa, respeitar a cultura e proporcionar prazer e saúde. Frutas, legumes, verduras, cereais integrais e feijões são os principais alimentos protetores. Comer esses alimentos diariamente pode evitar o desenvolvimento de câncer.

Mantenha o peso corporal adequado.
Cerca de um terço de todos os casos de câncer podem ser evitados com alimentação saudável, manutenção de peso corporal adequado e exercícios físicos.

Pratique atividades físicas diariamente.
A atividade física consiste na iniciativa de se movimentar, de acordo com a rotina de cada um. Você pode, por exemplo, caminhar, dançar, trocar o elevador pelas escadas, levar o cachorro para passear, cuidar da casa ou do jardim.

Amamente.
O aleitamento materno é a primeira alimentação saudável. A amamentação exclusiva até os seis meses de vida protege as mães contra o câncer de mama e as crianças contra a obesidade infantil.

Mulheres entre 25 e 64 anos devem fazer um exame preventivo ginecológico a cada três anos.
As alterações das células do útero são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolaou), e são curáveis na quase totalidade dos casos.

Evite a ingestão de bebidas alcoólicas.
Seu consumo, em qualquer quantidade, contribui para o risco de desenvolver câncer.

Evite a exposição ao sol entre 10h e 16h.
Se for inevitável a exposição ao sol neste período use proteção solar adequada.

Vacine contra o HPV as meninas de 9 a 13 anos.

A vacinação e o exame preventivo (Papanicolaou) se complementam como ações de prevenção do câncer do colo do útero.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Câncer deve atingir 600 mil novos brasileiros em 2017
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial