quinta-feira, 2 de março de 2017

Campanha “Descubra as muitas Minas Gerais” impulsiona turismo na região



Igreja Matriz em Vazante

 Os atrativos culturais, históricos, gastronômicos e ecológicos de Minas Gerais levam turistas do Brasil e do Mundo a roteiros consagrados, como a Estrada Real, o Circuito das Águas, o Instituto Inhotim e a Serra da Canastra. Mas, percursos menos difundidos começam a ser descobertos. No Dia Nacional do Turismo, celebrado hoje (2), o Sindicato Intermunicipal de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas Gerais (Sindtur) promove a campanha “Descubra as muitas Minas Gerais”, para estimular o turismo na região.
Segundo o relatório do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), de 2015, o Brasil é a nona economia do turismo no Mundo. A participação do segmento no PIB brasileiro é 9,6%, se consideradas as atividades diretas, indiretas e induzidas. Entre os setores que impulsionam o mercado, está o turismo de negócios e eventos, terceiro principal motivo da vinda de estrangeiros ao País, conforme o Ministério do Turismo.
Em Uberlândia, o turismo de negócios e eventos está aquecido, pela localização estratégica da cidade. “São mais de 44 hotéis, que investem em estrutura e atraem eventos, não apenas de empresas locais, mas também de multinacionais. Além da locação de espaço e buffet, estes eventos ocupam parte dos cerca de 4.500 leitos disponíveis, em dias de semana, em todas as temporadas, reduzindo a sazonalidade típica do setor”, diz o presidente do Sindtur, Gilmar Pomponi.

Região
O Sindtur atua em mais de 70 cidades do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas Gerais. Para potencializar os atrativos dos municípios, de turismo religioso, histórico, gastronômico e ecológico, está entre as metas da entidade para 2017 o agrupamento de hotéis, restaurantes, bares e similares de todas as localidades. “São cidades que possuem estrutura para receber turistas e atuar de forma dinâmica, que vão receber nosso suporte. Estaremos próximos, ouvindo necessidades e buscando soluções junto aos órgãos públicos”, disse Gilmar Pomponi.

O que fazer no Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas Gerais

Teatro Municipal em Uberlândia

> Uberlândia
Igreja do Divino Espírito Santo do Cerrado e Museu de Arte Sacra (MAS), projetos de Lina Bo Bardi
Teatro Municipal, projeto de Oscar Niemayer
Santuário Nossa Senhora Aparecida
Museu Municipal, praça Clarimundo Carneiro e Oficina Cultural
Festa de Congado, em outubro
Cachoeira do Sucupira, Cachoeira dos Namorados, Cachoeira Bom Jardim

> Araguari
Palácio dos Ferroviários
Paróquia Nossa Senhora de Fátima
Centro histórico e Matriz de Bom Jesus
Cachoeira do Córrego das Araras, Cachoeira do Córrego Bom Jardim, Cachoeira das Irmãs, Cachoeira do Fundão, entre outras
Goyaz Atlética e Casa da Cultura
Complexo Científico e Cultural de Peiropolis
> Uberaba
Complexo Cultural e Científico de Peirópolis
Casa da Memória de Chico Xavier
Museu de Arte Religiosa Central Brasil
Cine-Teatro Vera Cruz
Mata do Ipê

> Araxá
Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá
Museu da Santa Igreja de São Sebastião
Fonte e Teatro Municipal de Araxá
Árvore dos Enforcados
Palácio Vereador Nagib Feres

> Vazante
Gruta Lapa Nova
Paróquia Nossa Senhora da Lapa
Igreja Matriz
Festa da Lapa, em maio
Festa de Carros de Boi, em julho

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Campanha “Descubra as muitas Minas Gerais” impulsiona turismo na região
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial