quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

José Pacheco troca experiências com educadores em Uberlândia

O professor estará nesta sexta-feira (03) em Uberlândia para ministrar curso e conversar com um movimento de iniciativa popular que pretende transformar a educação no município 
É possível inovar dentro do nosso sistema educacional? Para o idealizador da Escola da Ponte e autor de diversos livros e artigos sobre educação, a resposta é: sim.
           O professor estará nesta sexta-feira (03) em Uberlândia para ministrar um curso pelo Território Educativo – uma iniciativa do Instituto de Artes, Cultura e Ciências do Triângulo (IAT) e Programas de Atualização Ely Paschoalick (PAEP), com apoio da Fiemg Regional Vale do Paranaíba. Na oportunidade ele também vai conversar com um coletivo de pessoas ligadas a educação. Os dois eventos são fechados para convidados e acontecem no auditório da ESAMC.
       Experiências inovadoras na educação propostas pelo Pacheco fez surgir em Uberlândia um grupo formado por educadores, pais e estudantes, denominado 'Coletivo', que desde setembro de 2016 tem se articulado para promover mudanças efetivas na educação em Uberlândia e região do Triângulo Mineiro.
            O bate-papo com o professor José Pacheco pretende traçar caminhos para lançar oficialmente 'O Triângulo faz a Ponte', um movimento que quer transformar Uberlândia em um polo de educação, por meio de uma comunidade de aprendizado e dando suporte para que educadores do município possam fazer a transformação no local onde atuam. A ideia é que escolas inovadoras sejam criadas atendendo às exigências da legislação e, ao mesmo tempo, sendo espaços democráticos, que dêem prioridade para autonomia do aprendiz.

Proposta inovadora
     José Pacheco influenciou professores do mundo todo com a proposta educacional implantada no colégio a partir de 1976, em Portugual. No Brasil, onde Pacheco vive hoje, dezenas de escolas seguem seus princípios e fogem do modelo tradicional de aprendizagem. Não há séries, ciclos, turmas, anos, manuais, testes e aulas. Os alunos se agrupam de acordo com os interesses comuns para desenvolver projetos de pesquisa. "Não se aprende nada numa aula. Aula não ensina, prova não avalia", argumenta o professor e pedagogo, mestre em ciências da educação pela Universidade do Porto.

Links sugeridos:
https://www.youtube.com/watch?v=rcH8YXGDeB8
https://www.youtube.com/watch?v=IPd6TjeaFS8
https://pt-br.facebook.com/professorjosepacheco/

Compartilhar

Postagens Relacionadas

José Pacheco troca experiências com educadores em Uberlândia
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial