quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Início do ano, o melhor momento para procurar emprego

“O Brasil só começa depois do Carnaval”. Quem acha que procurar emprego no começo do ano é perda de tempo se engana.
É comum para a maioria dos profissionais acreditar que o início de cada ano não é um bom momento para buscar um novo emprego. Engano. É preciso romper com esse padrão: “O Brasil só começa o ano depois do Carnaval”. Avaliando o mercado de trabalho e a questão com mais propriedade, incluindo o próprio site www.curriculum.com.br, fica claro que os primeiros três meses do ano apresentam um crescimento constante na busca de profissionais para concorrer às posições em aberto. Um dos motivos é que grande parte das empresas tem seu orçamento fechado em dezembro e um novo orçamento aberto em janeiro, com vagas que muitas vezes continuam abertas em fevereiro e até março.
Dessa forma, é no início do ano que as empresas fazem planejamentos e possíveis contratações. Também é no início do ano que as empresas traçam suas metas em busca de melhores resultados e, muitas vezes, para poder atingi-los, contam com aumento dos postos de trabalho.
De todo modo, o mercado de trabalho não para nesse período. Ele continua com muitas oportunidades e, muitas vezes, com dificuldades reais para fechar posições pela falta de profissionais que ainda não começaram a procurar um emprego ativamente e que deixam de concorrer em processos seletivos urgentes, com prazo muito curto para terminar. Então, sem dúvida, o início de ano deve ser encarado como uma boa época para procurar e encontrar um novo emprego. E quando for chamado para uma entrevista, algumas dicas ajudam os candidatos.

Mantenha o foco
Apesar de ser início do ano e parecer que faltam forças, quem busca um emprego precisa ser persistente e aproveitar o momento para dar uma virada.

Tenha determinação
Muita gente, nesse período do ano, acha que não adianta buscar uma oportunidade, pois elas estão em falta, mas o mercado mostra uma realidade diferente. Vale a pena se concentrar para fazer o melhor.
Não procure seu emprego pensando apenas no melhor salário. Seria demagogia dizer que a remuneração é o menos importante, mas o que precisa ficar claro é que, em primeiro lugar, o candidato precisa olhar para seu perfil, buscar vagas adequadas à sua experiência e, principalmente, focar nas oportunidades em que possa exercer uma atividade que realmente gosta. Isso porque, ao exercer uma profissão adequada ao perfil, o profissional tem mais chances de mostrar um melhor resultado e, com certeza, poderá chamar a atenção de seus líderes e concorrer a oportunidades de crescimento dentro da própria empresa.

Mantenha-se confiante
Na hora da entrevista, acredite que está lá porque é capaz de exercer a atividade. Em primeiro lugar, quem precisa gostar de você como profissional é você mesmo. No entanto, cuidado. Não exagere na autoconfiança para não dar outra impressão: a falta de humildade.

Seja sincero
Na hora da entrevista não queira parecer o que não é pensando que assim irá agradar ao entrevistador que, muitas vezes, pode ser o seu futuro chefe. Isso porque, caso seja contratado, não conseguirá manter por muito tempo o personagem que criou na hora da entrevista. E o pior: pode não atingir os resultados que afirmou serem possíveis para você naquele momento. O melhor é ser você mesmo e conseguir a oportunidade pelos seus méritos. Com certeza, haverá mais chances de mostrar resultados e dar uma guinada na carreira.
Para começar a mudança no padrão de comportamento, inicie agora sua procura por uma nova oportunidade. Faça seu currículo e distribua-o para parentes, amigos e toda sua rede de contatos, consultorias e agências. E não deixe de cadastrá-lo na Internet que, cada vez mais, é o principal meio de procura de talentos das empresas. Trabalhe pela conquista do seu emprego. Procure os grandes sites e lembre-se que não é preciso mais pagar para cadastrar e manter seu currículo visível às maiores empresas. A Curriculum.com.br, por exemplo, oferece o cadastro de currículo e envio para vagas com qualidade e a custo zero. Como diria Thomas Jefferson, “para ter sucesso é preciso ter sorte. O interessante é que quanto mais eu trabalho mais sorte eu tenho”. Então, mantenha a confiança e boa sorte!

*Marcelo Abrileri é presidente da Curriculum Tecnologia, que administra o site Curriculum.com.br –www.curriculum.com.br

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Início do ano, o melhor momento para procurar emprego
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial