segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Softbox é a primeira empresa aprovada para fazer parte do programa Uberlândia Inovadora

Empresa, localizada no micropolo tecnológico do Uberlândia Shopping, receberá alguns incentivos fiscais 
A Softbox é a primeira empresa de tecnologia a ser aprovada para aderir ao programa Uberlândia Inovadora da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. A empresa está localizada no micropolo tecnológico do Uberlândia Shopping e por aderir ao programa da administração municipal terá alguns benefícios.
Para fazer parte do programa a empresa precisa preencher uma série de requisitos exigidos pela administração municipal. Entre eles, a empresa precisa estar instalada dentro de uma área de micropolo de tecnologia, gerar a cada ano um maior número de empregos, apresentar crescimento real anual na arrecadação do Imposto sobre Serviços de Qualquer, cumprir regularmente, as obrigações tributárias principal e acessórias, no prazo e na forma previstos na legislação tributária. “Esses são alguns dos requisitos, todos eles estão disponíveis no artigo 6º da lei 588, publicada no Diário Oficial. A Softbox sempre preencheu todas as exigências para fazer parte de um micropolo. Fizemos o pedido à prefeitura para fazer parte desse importante projeto e essa semana nosso pedido foi deferido. Estamos muito felizes em ser a primeira empresa a fazer parte do Programa Uberlândia Inovadora”, disse Ricardo Rocha, CEO da Softbox.

O Programa Uberlândia Inovadora visa fomentar o desenvolvimento de empresas de base tecnológica ou que atuam neste ambiente e a incentivar a geração ou a ampliação do número de empregos. Para solicitar a adesão ao programa, o primeiro requisito é que a empresa esteja localizada em um micropolo. Em Uberlândia, as áreas homologadas como micropolo são: Uberlândia Shopping, bairro Granja Marileusa e o prédio da Algar Tech.  Os micropolos têm como objetivo proporcionar um ambiente propício à criação de processos, produtos e serviços a serem oferecidos ao mercado de forma competitiva pelas empresas que lá se instalarem. “Uberlândia já é uma cidade forte no setor de tecnologia. Os micropolos vão fortalecer ainda mais o setor. A redução do ISS vai nos ajudar muito e o dinheiro que seria gasto com esses impostos poderão ser investidos na geração de empregos, formação de colaboradores e infraestrutura”, finalizou Ricardo Rocha.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Softbox é a primeira empresa aprovada para fazer parte do programa Uberlândia Inovadora
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial